« Postagens Antigas
Escolha uma Página

O Ator Fábio Assunção, de 45 anos, foi detido na madrugada deste sábado (24), em Arcoverde no Sertão de Pernambuco. Fábio, foi atuado por dano qualificado ao patrimônio público, desacato a autoridade, desobediência e resistência à prisão.

De acordo com a PM, após se envolver em uma briga em uma Festa de São João, no Pátio de Eventos na cidade, o ator foi levado para o Hospital Memorial de Arcoverde com ferimentos leves. Na Unidade de Saúde, o ator apresentava sinais de embriaguez e teria discutido com funcionários do hospital. De lá o ator voltou para o pátio de eventos.

Na festa, os policiais foram chamados por duas jovens, que disseram estar sendo ameaçadas por Fábio. Agentes tentaram levar todos para a delegacia, mas o ator ficou agressivo e se negou entrar na viatura, de acordo com a PM, ele precisou, então, ser algemado. Ao se colocado no xadrez da viatura, ele ficou ainda mais violento e quebrou o vidro traseiro do veículo.

Segundo informações da Polícia Civil, o ator chegou a delegacia de Arcoverde às 6h deste sábado. Por volta das 12h ele ainda prestava depoimento à delegada Cristina Gomes. Também são ouvidas testemunhas.

Ele estava na cidade com a namorada, a atriz cineasta Pally Siqueira, que é natural de Arcoverde. Em fevereiro, a atriz convidou Fábio para visitar seus amigos e parentes a realizar o documentário “Eu sonho pra ver você” sobre a tradição do samba coco. A produção foi exibida aos expectadores na noite de sexta-feira.

Antes do evento, o ator anunciou aos seus seguidores que uma versão de 22 minutos, feita exclusivamente para a festa de São João de Arcoverde, seria exibida nos telões.

Em 2008, Fábio Assunção, admitiu à Polícia que era dependente químico e passou anos em tratamento com acompanhamento médico e psicológico. Em abril de 2016, o ator foi detido em uma blitz no Rio, quando policiais avaliaram que ele estava embriagado ao volante.

Fábio é protagonista da série “A formula” que estreia em 6 de julho na Globo. A assessoria de imprensa da emissora informou que o assunto é particular e será tratado pelo assessor pessoal do ator, que ainda não se manifestou.

O ator foi atuado em Arcoverde, por dano qualificado ao patrimônio público, desacato a autoridade, desobediência e resistência à prisão. Com o total das penas soma mais que três anos de reclusão, não cabe, no caso, Termo de Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Por isso o ator foi encaminhado para exames clínicos no IML e posteriormente, apresentado na audiência de custódia.

 

 

You have Successfully Subscribed!

Share This