Câmara Municipal de Uberaba aprova projetos para empresas que vão investir R$ 5,2 milhões na cidade

O Plenário da Câmara Municipal aprovou quatro Projetos de Lei encaminhados pelo Poder Executivo, que autorizam doações de áreas e incentivos fiscais a empresas. O total dos investimentos ultrapassa os R$ 5,2 milhões. Os beneficiados atuam em áreas diversas, como a comercialização de carvão vegetal, manutenção industrial, produtos alimentícios e construção civil.

O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, José Renato Gomes, acompanhou as votações. Um dos projetos autorizou a doação de uma área de 2 mil m² à empresa Jacqueline Santos Silva EIRELI – ME, que foi representada pelo marido da proprietária, Deyler Durço.

A empresa, que atua no mercado com o beneficiamento e distribuição de carvão vegetal de eucalipto, vai construir uma nova sede em área de 2 mil m² situada no Distrito Industrial II. O investimento estimado é de R$ 150 mil, com previsão de faturamento anual de R$ 500 mil. Serão gerados quatro empregos diretos e dois indiretos.

Para o vereador Rubério dos Santos (MDB), é muito importante incentivar e valorizar os micros, pequenos e médios empresários da cidade. Kaká Carneiro (PR) comentou que a cidade precisa de emprego e renda, para os moradores terem uma vida digna, o que, segundo ele, não acontece sem emprego.

Kaká contou que foi padrinho do processo, no qual trabalharam por cerca de oito meses. O vereador disse que conhece Deyler desde a infância e que presenciou sua luta para construir o próprio negócio, que hoje tem como clientes os maiores empresários de Uberaba e Uberlândia.

O empresário avaliou que, apesar do cenário de incertezas da economia, às vésperas das eleições, está assumindo um compromisso, tanto do pagamento pela área, quanto outras obrigações. Ele explicou que é um projeto de expansão, pois o galpão atual é pequeno, com apenas 330 m².

“Agora, com uma área maiôs, vai possibilitar o aumento da nossa capacidade produtiva”, afirmou. A intenção, de acordo com Deyler, é de conseguir atender as grandes redes que atuam na cidade. Além disso, os proprietários pensam em futuramente exportar o carvão produzido, uma vez que atualmente existem apenas três empresas autorizadas no País.

No acordo realizado com a Prefeitura, a empresa vai repassar ao Município 60% do valor total da área, ou seja, R$ 99,4 mil, dividido em 36 parcelas de R$ 2.762,78. Os valores serão revertidos ao Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico. A área total foi avaliada em R$ 165.768,00.

O Município também vai conceder isenção do recolhimento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) da referida área, pelo prazo de quatro anos, assim como do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN).

Manutenção – Com um investimento estimado de R$ 655 mil, a empresa Frederico Alberto Pereira – ME recebeu a doação de uma área pública de 1.252,65 m², situada na rua Antônio Pádua Rabelo de Almeida, no Distrito Industrial I. Ela atua no mercado como prestadora de serviços em manutenção industrial. A previsão de faturamento anual é de R$ 1 milhão, sendo gerados 20 empregos diretos e 56 indiretos.

Como o terreno foi avaliado em R$ 101.732,72, a empresa vai repassar ao Município 50% deste valor, ou seja, R$ 50.866, divididos em 36 parcelas de R$ 1.412,95. O dinheiro será revertido ao Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico.

A isenção no recolhimento do IPTU concedido pela Prefeitura será pelo prado de cinco anos, além do ISSQN.

O proprietário Frederico Alberto explicou que atualmente a empresa trabalha em uma área pequena, com pouco mais de 400 metros quadrados, situada na rua João Scussel, 406, Parque das Américas. De acordo com ele, o objetivo é crescer, ampliar o trabalho, para atenderem algumas multinacionais que estão instaladas na cidade.

A empresa trabalha com manutenção de esteiras transportadoras das empresas, sendo que num raio de 200 km, é a única que presta este tipo de serviço, conforme disse Frederico, acrescentando que trabalham também com manutenção industrial e mecânica.

Açaí – A Empresa Almix Distribuidora de Produtos Alimentícios atua no mercado com a produção de produtos alimentícios com base no açaí e derivados. A sede da mesma fica situada em Ribeirão Preto (SP).

A unidade da Almix será instalada em uma área de 10.115,04 m², localizada na avenida Coronel Zacarias Borges de Araújo, no Distrito Industrial II.

Conforme o projeto apresentado pela empresa, será realizado um investimento de R$ 1.750.000,00, com previsão de faturamento anual de R$ 1,6 milhão. Serão gerados 30 empregos diretos e 120 indiretos.

A área do terreno foi avaliada em R$ 432,3 mil, sendo que 70% do valor total, ou seja, R$ 302,6 mil, será repassado pela empresa ao Município. O valor será dividido em 60 parcelas de R$ 5.043,84, revertidos ao Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico.

Dentre os incentivos fiscais, o Município vai conceder a isenção do recolhimento do IPTU pelo prazo de três anos, além do ISSQN.

Apenas uma emenda modificativa de autoria do vereador Almir Silva (PR) foi apresentada, fazendo uma retificação do texto, trocando a palavra “Ltda.” por “EIRELLI”, para dar legalidade ao projeto.

O diretor de operações da empresa, Diovane Milhorim, explicou que os proprietários são naturais de Uberaba, mas sempre tiveram vontade de retornar a terra, sendo que agora surgiu a oportunidade. Ainda de acordo com Diovane, o produto que será lançado é inovador, e a ideia de trazê-lo para a cidade também foi pensando na localização da cidade, assim como na distribuição do produto, inclusive pelo porto seco, uma vez que o objetivo é de também exportar a produção.

Construção civil – Empresa que atua no mercado com construção civil e fabricação de pré-moldados de argamassa também foi beneficiada com doação de área pública. O investimento neste caso chega aos R$ 2,7 milhões, o maior entre os projetos aprovados.

A Portal Construtora e Empreendimentos Ltda. Vai construir uma nova unidade em área de 4.998,20 m², localizada na avenida João Batista Ribeiro, Distrito Industrial II. A previsão é de que o faturamento anual chegue aos R$ 23 milhões, gerando 250 empregos diretos e 700 indiretos.

O terreno foi avaliado em R$ 229,3 mil, sendo que a contrapartida da empresa será de repassar ao Município o valor de R$ 50 mil, parcelados em 12 parcelas de R$ 4.166,66, que serão destinadas ao Fundo Municipal de Desenvolvimento Econômico.

A Prefeitura concederá isenção do recolhimento do IPTU, pelo prazo de dez anos, além do ISSQN.

O proprietário, Roberto Lopes Veludo, explicou que a empresa está com três projetos de instalação em obras (prédios de apartamentos). Ele disse também que ela conta com uma central de fabricação de kits de hidráulica e elétrica, os quais são instalados nas obras.

Foto: Rodrigo Garcia

 

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.

Obrigado, Caros Leitores!

Nós da família do Luiz Renato Rodrigues da Cunha vimos através deste canal “Em Todas” agradecer a todos que procuravam diariamente se informar e compartilhar as matérias divulgadas pelo nosso saudoso colunista.

Agradecemos também o carinho demonstrado sempre ao nosso blogueiro imortal.

Foram anos de fidelidade, respeito e interatividade!

Sabemos que ele exerceu com brilhantismo sua capacidade de informar com transparência e imparcialidade, transmitindo alegria e entretenimento a seus leitores.

Chegou a hora de dar um até breve e jamais um adeus, pois acreditamos que um dia estaremos novamente com nosso ente querido.