« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Com modernidade e alta capacidade de produção na fábrica em Uberaba, o anúncio de parceria estratégica com as tradicionais empresas japonesas Mitsui e ISK comunicado pela Ourofino Agrociência nesta segunda-feira (4) gera expectativas positivas ao desenvolvimento econômico e de inovação em Uberaba.

Para o prefeito Paulo Piau, a Ourofino, que é brasileira, trazendo grupos internacionais, é exemplo de parcerias importantes. “A Mitsui e a ISK evidentemente vão injetar recursos para novos investimentos, ampliar produção e gerar mais empregos. Isso vem dentro de um bojo de uma construção de Uberaba, basicamente desde a década de 30, que nos faz hoje ter a marca de ser capital do agronegócio. Neste mercado há o segmento de produção de máquinas, fertilizantes e defensivos agrícolas, além da produção nas propriedades e os serviços de agroindústria e exportação. Uberaba está envolvida nestes segmentos, no antes, durante e após a porteira. Aumentar a produção de Uberaba no contexto da produção de defensivos agrícolas é viabilizar a produção de alimentos, é crescer nossa participação no agronegócio brasileiro”, pontua Piau.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, José Renato Gomes, reforça que Uberaba está em 21º lugar no país e com o 1º lugar em Minas Gerais no levantamento sobre a Produção Agrícola Municipal (PAM) referente às lavouras permanentes e temporárias em 2017, divulgado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com informações do IBGE. O município registrou PIB agropecuário de R$13.453.594.000,00 e taxa de crescimento de 7,86%, entre 2014 e 2016.

“O anúncio da Ourofino Agrociência traz as melhores expectativas para Uberaba, visto que a fábrica no município tem relevante produção e é exemplo de modernidade. Com a parceria com as empresas japonesas esperamos benefícios na geração de empregos, na expansão de fronteiras mercadológicas e em ainda mais avanços em inovação e tecnologia, com o olhar para o futuro. Temos certeza de que esta parceria trará frutos positivos ao desenvolvimento econômico do município e ao agronegócio brasileiro”, analisa José Renato Gomes.

De acordo com a Ourofino Agrociência, indústria brasileira que atua há oito anos no mercado brasileiro de defensivos agrícolas, foi estrategicamente negociada a alienação de uma participação societária de 20% à Mitsui e 5% à ISK. “O objetivo é a captura de sinergia entre as empresas, explorando ao máximo as grandes complementariedades existentes e a disposição de cooperar, visando de forma rápida e intensa criar e compartilhar valor ao agricultor brasileiro” explica o comunicado. A conclusão da operação está sujeita a condições precedentes e ajustes usuais em operações dessa natureza.

O presidente e sócio-fundador da Ourofino Agrociência, Norival Bonamichi, afirmou com o anúncio que a empresa, seus clientes e fornecedores serão extremamente beneficiados pelo conhecimento e investimento em novas pesquisas que as duas empresas japonesas agregarão ao negócio. “Aliada ao atual modelo de gestão, que fez o sucesso da companhia até o momento, a parceria impulsionará a nossa força no competitivo agronegócio brasileiro”.

A Mistui e ISK comentaram, diante do anúncio, que Brasil é o maior mercado mundial de defensivos agrícolas, respondendo por aproximadamente 20% do mercado global. O crescimento populacional, especialmente nos países em desenvolvimento, tem se mostrado um fator-chave para o crescimento do mercado de insumos agrícolas, e espera-se que o mercado brasileiro continue se beneficiando dessa tendência no futuro.

“A Mitsui identificou “Nutrição e Agricultura” como uma de suas principais áreas de crescimento em seu Plano de Gestão de Médio Prazo. A Mitsui construiu relações de confiança com seus clientes e parceiros em todo o mundo no negócio de fornecimento de agroquímicos, fertilizantes, sementes e outros insumos agrícolas que contribuem para melhorar a produtividade e a qualidade dos produtos agrícolas. A Mitsui contribuiu significativamente para o fornecimento estável global de alimentos por meio de sua plataforma de distribuição na Europa (a Mitsui AgriScience International (MASI) Europa, subsidiária integral) e sua empresa de produtos biológicos nos EUA (Certis USA, também subsidiária integral). Por meio dessa parceria, a Mitsui impulsionará a sinergia entre a Ourofino, a ISK e a Mitsui, acelerará a integração das operações e contribuirá para o desenvolvimento da agricultura local no Brasil”.

Sobre – A Ourofino Agrociência tem o propósito de reimaginar a agricultura brasileira e um dos pilares, segundo a empresa, é desenvolver formulações de produtos com base nas necessidades e características da agricultura tropical. A sede administrativa está localizada em Ribeirão Preto (SP) e a empresa ainda possui um escritório de suprimentos em Xangai (China) e a fábrica em Uberaba (MG), considerada uma das mais modernas do mundo e com capacidade de produção de mais de 120 milhões de quilos/litros por ano. São 396 colaboradores diretos e 35 produtos comercializados, com a pretensão de lançar mais 22 novos produtos nos próximos três anos.

A Mitsui é uma empresa japonesa líder em trading e com investimento ativo em diversas áreas de negócio, com mais de 450 empresas afiliadas, e contribuirá para o desenvolvimento da Ourofino Agrociência. Em relação à ISK, é uma empresa tradicional especializada em pesquisa e desenvolvimento de novas moléculas, com foco na área de agroquímicos, e irá enriquecer a Ourofino Agrociência com seu portfólio atual e futuro.

Fotos: Reprodução/Divulgação/PMU

 

 

 

You have Successfully Subscribed!

Share This