« Postagens Antigas
Escolha uma Página

O plenário do senado aprovou nesta terça-feira (30), os nomes que comporão o Conselho de Ética e decoro parlamentar nos próximos dois anos. O presidente do senado, Eunício Oliveira, informou que somente o bloco Democracia Progressista (PP e PSD) ainda não fez suas indicações e solicitou ao bloco que indique os dois representantes a que tem direito para que sejam lidos posteriormente. O Conselho de Ética tem como funções zelar pelo cumprimento do código de Ética e decoro parlamentar e do Regimento Interno do Senado e atuar para preservar a dignidade do mandato parlamentar dos senadores. Após aprovação dos nomes em Plenário, realizado nesta terça-feira, será marcada a primeira reunião para instalação do Conselho e a eleição do presidente. A reunião será presidida pelo membro mais velho. Até o momento, 20 dos 30 membros do colegiado foram indicados. Entre eles, Jucá, Braga e senador Jader Barbalho, ambos investigados no âmbito da operação Lava-jato. Eduardo Amorim e Flexa Ribeiro, são investigados em outros casos no STF.

Dentre os indicados estão:

Titulares: Airton Sandoval (PMDB-SP), João Alberto Souza (PMDB-MA), Romero Jucá (PMDB-RR), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Eduardo Amorim (PSDB-SE), José Pimentel (PT-CE), Acir Gurgacz (PDT-RO), João Capiberibe (PSB-AP), Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), Wellington Fagundes (PR-MT) e Pedro Chaves (PSC-MS).

Suplentes: Jader Barbalho (PMDB-PA), Eduardo Braga (PMDB-AM), Hélio José (PMDB-DF), Ataídes Oliveira (PSDB-TO), Paulo Bauer (PSDB-SC), Regina Souza (PT-PI), Fátima Bezerra (PT-RN), Telmário Mota (PTB-RR).

 

You have Successfully Subscribed!

Share This