Funcionamento do BRT é abordado na Câmara Municipal de Uberaba

Representantes das empresas de transporte coletivo que atuam na cidade e da administração municipal estiveram no Plenário da Câmara Municipal nesta terça-feira (17). Rodrigo Oliveira e André Campos, diretores das empresas Piracicabana e Líder, além do superintendente de Transporte Coletivo da Prefeitura, Claudinei Nunes, foram convidados pelos vereadores Samuel Pereira (PR) e Almir Silva (PR)

O tema principal foi a implantação da linha Sudeste (Gameleira 2) – Sudoeste (Beija Flor), ampliando o sistema BRT-Vetor, entre outros assuntos.

De acordo com Samuel, há cerca de um mês fizeram uma visita aos terminais, quando decidiram realizar os convites para que os representantes falassem especificamente das novas linhas do BRT-Vetor.

Claudinei Nunes lembrou que a primeira linha interligando duas regiões da cidade, Boa Vista-Volta Grande, foi implantada em 1989, sendo que desde então só tem melhorado cada vez mais. Segundo ele, hoje a cidade serve como exemplo para outras, inclusive recentemente estiveram no Rio de Janeiro, falando sobre o transporte coletivo da cidade.

O superintendente disse, ainda, que o tempo de transporte do usuário foi reduzido e que hoje existe 100% de acessibilidade no sistema. Quanto a Central de Monitoramento, a mesma funciona das 5 horas até a meia noite, sob a supervisão da Prefeitura.

O representante do Executivo falou também sobre a redução da emissão de gases, destacando que a cidade chegou a ter 98 ônibus trafegando pela avenida Leopoldino de Oliveira, enquanto hoje são 14. O número de acidentes também teve uma redução de 28%.

Segundo Claudinei, a gestão e o planejamento da prefeitura é desenvolvido pela Secretaria de Defesa Social e Trânsito (Sedest). Até o final do ano serão mais 16 quilômetros de corredores exclusivos paras o BRT-Vetor. Atualmente são 36 câmeras instaladas nos terminais e nas áreas de embarque e desembarque de passageiros. O acesso é feito apenas pelo cartão de embarque, vendido em diversos pontos da cidade.

É realizado o controle de acessos irregulares, como a utilização de cartões de pessoas que tem a gratuidade ou outro benefício, nestes casos os cartões podem até ser bloqueados. Segundo Claudinei, é um modelo único no Brasil, que está sendo levado para outros lugares. “Mas é preciso melhorar ainda mais”, afirmou o superintendente.

Para o presidente Luiz Dutra (PMDB), as mudanças realizadas no trânsito melhoraram muito o fluxo de tráfego de veículos, sendo que a cidade buscou em Curitiba (PR) uma referência que deu certo.

O diretor da Piracicabana, Rodrigo Oliveira, afirmou que o trabalho é focado sempre em prestar o melhor atendimento. “Nós temos uma meta diária de trabalho, que geralmente é tingida em média 97%”, disse ele, para quem um transporte coletivo bom tem que ser feito por várias vertentes.

Segundo Rodrigo, este ano foram colocados 20 veículos novos na cidade, e para o BRT serão outros 17, além de mais sete pela Piracicabana.

Sobre o volume de passageiros, o representante da empresa disse que, de acordo com os gráficos, em 2014 foram transportados 21,4 milhões de passageiros. Deste total, 15 milhões pagaram tarifa. “A gratuidade que antes era de 29%, hoje chega aos 35%”, disse Rodrigo, explicando que esta diferença acaba forçando a tarifa para cima.

Para o diretor da Piracicabana, é preciso pensar em uma solução na questão da segurança pública no transporte coletivo. Ele lembrou que nas estações existe apenas a movimentação de cartões, mas nos ônibus, do dia 1º de janeiro, até a última segunda-feira (16), foram registrados 61 assaltos na cidade.

“Estamos procurando uma solução e a melhor saída é diminuir ainda mais a quantidade de pagantes com dinheiro”, explicou, oferecendo a sugestão de um degrau tarifário. Dutra propôs a realização de uma campanha mais intensificada, orientando as pessoas a não utilizarem dinheiro, e sim o cartão.

Os vereadores fizeram vários comentários e questionamentos, relacionados ao sistema de transporte coletivo. O vereador Antônio Ronaldo Amâncio (PTB) sugeriu projeto semelhante a um implantado em Brasília, onde todos os assentos dos ônibus passaram a ser considerados prioritários, para idosos, grávidas e deficientes físicos. Ele também sugeriu que as empresas ofereçam um desconto nas vendas de passagens em cartões, como forma de incentivar seu uso e não pagar em dinheiro.

Respondendo aos parlamentares, Claudinei disse que a implantação do sistema Sudeste-Sudoeste deve acontecer até o início de dezembro, e que onde as estações foram instaladas não poderá haver estacionamento de veículos. Ele também anunciou a existência de pré-estudos para a implantação do sistema nas regiões Norte-Sul da cidade.

Uma novidade, segundo Claudinei, é que em breve a Prefeitura vai lançar um aplicativo, que vai ajudar muito quem usa o transporte coletivo. Atualmente, de acordo com Rodrigo Oliveira, existem 15 pontos de vendas apenas na avenida Leopoldino de Oliveira, com o total de 43 em toda a cidade. A intenção é de passar para mais de 60 pontos de recarga em breve, sendo que as vendas também deverão acontecer pelo aplicativo.

Para André Campos, a participação foi uma excelente oportunidade de colocarem algumas questões. Ele agradeceu e se colocou à disposição dos vereadores para mostrar como funciona o BRT.

 

 

 

 

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.

Obrigado, Caros Leitores!

Nós da família do Luiz Renato Rodrigues da Cunha vimos através deste canal “Em Todas” agradecer a todos que procuravam diariamente se informar e compartilhar as matérias divulgadas pelo nosso saudoso colunista.

Agradecemos também o carinho demonstrado sempre ao nosso blogueiro imortal.

Foram anos de fidelidade, respeito e interatividade!

Sabemos que ele exerceu com brilhantismo sua capacidade de informar com transparência e imparcialidade, transmitindo alegria e entretenimento a seus leitores.

Chegou a hora de dar um até breve e jamais um adeus, pois acreditamos que um dia estaremos novamente com nosso ente querido.