« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Nesta quarta-feira (30), em um único ponto, mais de 90 toneladas de entulhos foram retiradas. “A conscientização da população tem papel fundamental” destacou o secretário da Sesurb

 

Uberaba tem sofrido com o grande número de descartes irregulares de lixo/entulhos jogados em áreas públicas. No primeiro balanço de 2019 divulgado pela Prefeitura de Uberaba, por meio da Secretaria de Serviços Urbanos e Obras (Sesurb), foram retirados mais de 200 caminhões de resíduos impróprios em toda a cidade, o que representa mais de 3 mil toneladas, somente no mês de janeiro.

Nesta quarta-feira (30), somente num único ponto, mais de 90 toneladas de entulhos foram retiradas. O lixo estava concentrado em pilhas num terreno localizado na Avenida Américo Pessato, no bairro Beija Flor. “Nesse exato local, entre dezembro e janeiro, retiramos quase 800 toneladas de lixo. Ali e em outros lugares estão se transformando em aterros a céu aberto”, diz o titular da Sesurb, Marlus Salomão.

Para combater o problema, a secretaria, além de efetuar a limpeza e a manutenção das vias, está reforçando a importância da conscientização da população sobre os danos causados pelo descarte irresponsável de lixo. Diariamente, a equipe de limpeza urbana desenvolve ações dentro do Projeto Multiação, recolhendo esses dejetos em vários pontos considerados “viciados”, ou seja, mesmo que sejam limpos, voltam a ser alvos dos descartes.

“A equipe circula pelos bairros cumprindo agenda que atende cinco setores, além das consideradas emergências, que devem ser atendidas de forma célere. As nossas equipes diretas e indiretas (terceirizados) se dividem pelos bairros/setores, atendendo a programação previamente agendada, mas é muito comum que no mesmo dia que é feito o recolhimento, as pessoas voltem a depositar lixos no local”, reforça o secretário.

Salomão alerta que o descarte irregular é cabível de multa. “Mesmo com o intenso trabalho desenvolvido pela Secretaria de Defesa Social (SDS), por meio do Departamento de Posturas, alguns munícipes voltam em horários noturnos, criando um ciclo sem fim”, aponta. Ele cita ainda que a multa pode chegar até 17 Unidades Fiscais do Município (UFM), que vale a R$ 4.646,95, além de ser crime ambiental. Para inibir essas ações, a população pode acionar um dos canais de contato direto com a prefeitura pelos telefones 3318-0310 (denúncia ambiental) ou 3331-2314 (Departamento de Posturas). Lembrando que a denúncia pode ser anônima.

Ecopontos – Quem precisar descartar entulhos pode procurar um dos 11 locais que funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h e aos sábados, das 7h às 16h. Lembrando Os descartes oriundos da construção civil pode ser de até 01 m³, acima deste quantitativo, a legislação municipal prevê o descarte em aterros particulares.

“Os restos de construção são válidos para os casos de pequenas reformas e para pessoas físicas. Empresas como construtoras, devem descartar os resíduos em aterros privados, conforme prevê a legislação”, salienta o secretário adjunto da Sesurb, Carlos Dalberto de Oliveira Júnior – Belzinho.

Para saber sobre outros materiais e quais os bairros que estão instalados os ecopontos acesse a matéria completa pelo link http://www.uberaba.mg.gov.br/portal/conteudo,44636.

Fotos: André Santos/PMU

 

 

You have Successfully Subscribed!

Share This