Nova Residência Terapêutica é inaugurada em Uberaba

Nova Residência Terapêutica (RT) do Serviço Integrado de Saúde Dona Maria Modesto (Antigo Sanatório Espírita) é inaugurada nesta terça-feira (20), para atender pacientes com transtornos mentais que estavam há mais de dois anos na instituição. A inauguração se dá a partir de novo convênio entre a SMS e o Sanatório, que recebeu o recurso para prestar este serviço além das internações psiquiátricas que já faz. Participaram da solenidade o prefeito Paulo Piau, secretário de Saúde Iraci Neto, equipe de enfermeiros e diretoria do Maria Modesto, vereador Alan Carlos e moradores.

O prefeito destaca a importância do acolhimento em saúde mental e de oferecer uma vida digna dessas pessoas.  “Quando a gente vem aqui e vê as pessoas sendo acolhidas com carinho, com alimentação condizente, com muita vontade dos profissionais de dar uma vida digna para essas pessoas, a gente fica na certeza de que Uberaba é uma cidade diferente nesse aspecto”, ressalta Paulo Piau. Os novos residentes já se mudaram para o imóvel.

Iraci enfatiza que a instituição é parceira da saúde pública do município, credenciada e com contrato há anos e busca seguir os parâmetros que o Ministério da Saúde preconiza. “É uma instituição que presta um serviço específico, não só para Uberaba, mas também para a região, e agora também trabalha no acolhimento, expandindo não só a sua estrutura física, mas de assistência, recebendo essas pessoas e fazendo um trabalho de reinserção na sociedade”, aponta o secretário.

O diretor de Atenção Psicossocial da Secretaria Municipal de Saúde de Uberaba, Sérgio Marçal, explica que a RT tem capacidade para dez pessoas e é uma alternativa para egressos de longa permanência em hospitais psiquiátricos terem uma oportunidade de reinserção social e recuperação da própria autonomia. “Com essa Residência Terapêutica nós zeramos o contingente de pessoas internadas há mais de dois anos em Uberaba. Tínhamos um usuário que estava lá há oito anos. São pessoas que foram internadas para tratamento breve e que na alta, por um motivo ou outro, não tinham quem buscá-los para voltar para casa, e ficaram abandonados como moradores do hospital”, pontua Marçal.

Cada Residência Terapêutica conta com dois cuidadores por período e um técnico em enfermagem para mediar a organização da rotina, de acordo com a necessidade de cada paciente, com o objetivo de incentivar a apropriação dos próprios moradores aos cuidados das casas. Atividades como arrumar a própria cama, lavar a roupa e servir a própria comida estão entre as ações que reforçam a retomada da iniciativa e autonomia depois de anos em internação. Os residentes da RT passaram por adaptação antes da mudança e tiveram a oportunidade de escolherem seus quartos, além de serem inseridos nos CAPS, com plano terapêutico definido para continuar o acompanhamento psicossocial.

Valter Moreira, presidente do Serviço Integrado de Saúde Dona Maria Modesto Cravo, aponta que o Serviço Residencial Terapêutico faz parte de uma adaptação à legislação sobre internações psiquiátricas para continuar os trabalhos. “Já pensou se a gente fracassasse nessa missão? O que seria da vida da gente, a responsabilidade? Então um pouquinho que a gente vai fazendo é em benefício desses nossos amigos que estavam internados permanentemente no sanatório”, reflete Moreira.

Foto: André Santos

 

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.

Obrigado, Caros Leitores!

Nós da família do Luiz Renato Rodrigues da Cunha vimos através deste canal “Em Todas” agradecer a todos que procuravam diariamente se informar e compartilhar as matérias divulgadas pelo nosso saudoso colunista.

Agradecemos também o carinho demonstrado sempre ao nosso blogueiro imortal.

Foram anos de fidelidade, respeito e interatividade!

Sabemos que ele exerceu com brilhantismo sua capacidade de informar com transparência e imparcialidade, transmitindo alegria e entretenimento a seus leitores.

Chegou a hora de dar um até breve e jamais um adeus, pois acreditamos que um dia estaremos novamente com nosso ente querido.