Uberaba – Agronegócio retoma “Cinturão Verde” para atender mercado em expansão

Com a abertura de novos empreendimentos em Uberaba no ramo de supermercados, hipermercados e atacarejos, a procura por hortifrutigranjeiros da região tende a crescer. Desse modo a Secretaria Municipal do Agronegócio está apostando no Projeto “Cinturão Verde” como forma de gerar emprego e renda para os produtores regionais, especialmente da agricultura familiar. 

De acordo com o titular da Sagri, Luís Carlos Saad, o Projeto do Cinturão Verde está sendo retomado, para a produção regional e abastecimento do atacado por meio da Central de Abastecimento do Vale do Rio Grande (Ceasa), que passou a ser gerenciada pelo Município. “Com a tendência de crescimento da procura dos produtos regionais é muito importante a centralização da comercialização por parte do produtor, especialmente da agricultura familiar”, disse.

Através do Programa a Sagri estimula agricultores, num raio de 100 quilômetros em torno de Uberaba, a diversificarem a produção de hortaliças, frutas e produtos agregados, com qualidade e regularidade de oferta, compatível com a demanda do mercado local.  Além disso, pretende incentivar a integração das atividades produtivas na propriedade rural, por meio do melhor aproveitamento dos resíduos gerados pela pecuária e indústria.

De acordo com Saad o “Cinturão Verde” veio para possibilitar, incentivar e orientar alternativas de renda aos agricultores familiares do Município, além de ofertar à população local alimentos mais saudáveis, qualidade e preço justo. 

O secretário falou sobre a necessidade de serem elaboradas essas políticas públicas para incentivar a produção rural diretamente com aqueles que produzem no Município. O Poder Público é um fomentador, com a finalidade de desenvolver as atividades, gerar renda e buscar o melhor preço, para todas as partes.

Através do “Cinturão Verde” o produtor recebe orientações dos técnicos da Emater, enquanto a Sagri entra com maquinários e insumos. O Programa prevê consultorias técnicas para completar todas as culturas em torno do Município, tanto nas propriedades quanto nos assentamentos. 

Consta do projeto as culturas de batata, cenoura, mandioca de mesa, folhosas (alface, acelga, cheiro verde, chicória, couve, mostarda, rúcula), repolho, brócolis, couve-flor e outras olerícolas (abobrinha, cebola, batata-doce, beterraba, berinjela, chuchu rabanete, inhame, jiló, milho verde, pimentão, pimenta, pepino, quiabo, tomate e vagem, cará, abóbora Cabotiá, etc).  Saad aponta ainda que no próximo ano a Sagri planeja partir para a fruticultura.

Vislumbrando as grandes corporações varejistas (hipermercados, redes de supermercados e sacolões) que compram em grande escala e oferecimento de variedades e qualidade para os produtos, estreito relacionamento com os consumidores, compromisso com satisfação dos clientes, profissionalismo no sistema de compras e políticas agressivas de preços pró-consumidor.

O Programa abrangerá as comunidades de Santa Rosa, Mata da Vida, São Basílio, Santa Fé, Ponte Alta, Peirópolis, Capelinha do Barreiro, Baixa, Morada do Sol, Vale do Sol, Chácaras Mariitas, Park do Café, Palestina, Lajeado e Morada do Verde e demais comunidades. Além desses, também os seis assentamentos de Uberaba estão aguardando com ansiedade para produzir no Cinturão Verde. Outros municípios da região também querem participar como Veríssimo, Campo Florido, entre outros.

O produtor rural que queira participar do Programa pode se dirigir à Ceasa para fazer o cadastramento. Serão exigidos alguns documentos, cumprindo alguns pré-requisitos. A partir daí vai receber instruções sobre o mercado e regras da Ceasa, estando apto a comercializar seus produtos. Em caso de dúvidas entrar em contato pelo telefone, 3312-7520.

Fotos: Divulgação/Prefeitura de Uberaba

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.

Obrigado, Caros Leitores!

Nós da família do Luiz Renato Rodrigues da Cunha vimos através deste canal “Em Todas” agradecer a todos que procuravam diariamente se informar e compartilhar as matérias divulgadas pelo nosso saudoso colunista.

Agradecemos também o carinho demonstrado sempre ao nosso blogueiro imortal.

Foram anos de fidelidade, respeito e interatividade!

Sabemos que ele exerceu com brilhantismo sua capacidade de informar com transparência e imparcialidade, transmitindo alegria e entretenimento a seus leitores.

Chegou a hora de dar um até breve e jamais um adeus, pois acreditamos que um dia estaremos novamente com nosso ente querido.