« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Os vereadores aprovaram na terça-feira (dia 4) os projetos de Lei “Caminhos Para o Futuro” e “Corrente do Bem”, que beneficiam a Fundação de Ensino Técnico Intensivo Dr. Renê Barsam (FETI). Coube ao presidente da instituição Eduardo Fernandes Callegari, a diretora pedagógica, Sonia Manzan e a assessora jurídica Fabiana Faquim fazer a apresentação das propostas no plenário, dirimindo as dúvidas dos parlamentares.

O projeto “Caminhos para o Futuro” tem como objetivo fomentar o primeiro emprego, a inserção e/ou reinserção no mercado de trabalho. Serão atendidos jovens maiores de 14 e menores de 24 anos e, independentemente da idade, pessoas com deficiência. Poderão ser celebradas parcerias com o poder público e a iniciativa privada. Através deles serão oferecidos cursos de iniciação profissional, cursos e ações nas comunidades e atendimento às necessidades dos jovens, como forma de favorecer a inserção e/ou reinserção no mercado de trabalho. Para isso, serão contratados 15 instrutores, 20 professores, dez monitores, um nutricionista, cinco cozinheiras e seis auxiliares de padaria.

O presidente Eduardo Callegari, declarou que a meta da FETI é colocar 3 mil jovens no mercado de trabalho este ano. Até agora foram 500, mas serão intensificadas as ações e os projetos, para alcançar o número projetado.

Já o Projeto “Corrente do Bem – Um ato de solidariedade”, também aprovado pelos vereadores, tem como finalidade fomentar o tema da cidadania, realizar ações relacionadas a cidadania e humanização, promover a disseminação dos temas cidadãos, identificar possíveis ações cidadãs que possam contar com o envolvimento de todas as turmas da iniciação profissional e Probem, promover o protagonismo dos jovens aprendizes, e ampliar o sentimento de pertencimento dos aprendizes nos bairros em que moram.

Além disso, as ações do projeto devem ser desenvolvidas para a comunidade, tendo como foco as entidades assistenciais, os eventos, projetos e ações atrelados a oferta de serviços públicos, além de outros, voltados para o trabalho social com cunho de humanização. Dentre as ações positivas, que devem ser realizadas após levantamento das demandas sociais para cada período, estão informativos gerais, pontos de escuta, brincadeiras que estimulem o raciocínio lógico matemático, socialização, cidadania e psicomotricidade, com uso de equipamento como pula-pula, escorregador, tobogã inflável, cama elástica, pula corda e outros. Tem ainda as oficinas de teatro, pintura facial, oralidade, entre outras.

Fotos: Rodrigo Garcia

 

You have Successfully Subscribed!

Share This