Uberaba – Domingo na Concha terá MPB com Luís Ávila

O Domingo na Concha do dia 18 de março será ao som do melhor da Música Popular Brasileira, e quem comanda o palco é o músico Luís Ávila. O evento, que acontece das 11h30 às 14h, é uma realização da Prefeitura de Uberaba por meio da Fundação Cultural.

Nascido em uma família de músicos, Luís Ávila despertou desde muito cedo o gosto pela arte musical. Multi instrumentista, tendo o violão como seu principal foco, aos 14 anos já fazia apresentações profissionais com sua primeira banda. Passando depois por outros três grupos até que, aos 22 anos, se dedicou à carreira solo no estilo voz e violão.

O músico divide sua arte com o público das principais casas de shows e bares da região, enaltecendo a música popular brasileira com todo prestígio que ela merece.Com um vasto repertório, interpreta vários ícones da nossa música com sua voz singular e emoção que contagia ao público.

Para o Domingo na Concha, o artista estará acompanhado de músicos da cidade trazendo no repertório músicas de grandes nomes como Djavan, João Bosco e Caetano Veloso, além de outros sucessos da música popular brasileira.

O Domingo na Concha acontece na praça da Concha Acústica aos domingos, das 11h30 às 14h, e a programação semanal pode ser acompanhada na página oficial da Fundação Cultural de Uberaba pelo Facebook: facebook.com/culturauberaba.

Foto: Ruth Gobbo

 

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.

Obrigado, Caros Leitores!

Nós da família do Luiz Renato Rodrigues da Cunha vimos através deste canal “Em Todas” agradecer a todos que procuravam diariamente se informar e compartilhar as matérias divulgadas pelo nosso saudoso colunista.

Agradecemos também o carinho demonstrado sempre ao nosso blogueiro imortal.

Foram anos de fidelidade, respeito e interatividade!

Sabemos que ele exerceu com brilhantismo sua capacidade de informar com transparência e imparcialidade, transmitindo alegria e entretenimento a seus leitores.

Chegou a hora de dar um até breve e jamais um adeus, pois acreditamos que um dia estaremos novamente com nosso ente querido.