« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Discussões sobre Pré-Sal e uso do gás natural alavancam discussão sobre o gasoduto

Em reunião ocorrida em Belo Horizonte, na Associação Mineira dos Municípios, o prefeito Paulo Piau, que também é presidente da Amvale e vice-presidente da Frente Nacional dos Prefeitos para o Agronegócio, participou da discussão sobre a proposta do Governo de Minas em relação ao parcelamento da dívida do Estado com as prefeituras de Minas Gerais no que se refere a repasses constitucionais. O acordo engloba a dívida de mais de R$ 1 bilhão do atual governo, e aproximadamente de R$ 6,5 bilhões herdados pela gestão anterior.

De acordo com Piau, foi um acordo possível, mediante o cenário atual, prevendo normalizar os repasses de agora em diante, pagar o atrasado depois de posicionamento da assembleia em Julho (três parcelas) e nos três anos seguintes acertar a dívida deixada pelo governo anterior. “Sobre os repasses da Saúde faremos novas reuniões. Entendo que os prefeitos deram um voto de confiança ao Governo Zema”, destacou.

Gasoduto – Prefeito também esteve com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico Manoel  Vitor de Mendonça Filho, com o presidente da Gasmig, Pedro Magalhães, com o diretor da Gasmig, Daniel Faria Costa, Diretor-Presidente da Codemig, Dante de Matos, Presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, entre outros, para tratar do gasoduto. Com inúmeras discussões ocorrendo em todo país sobre fontes alternativas de energia, bem como o excesso de gás do Pré-Sal, a equipe do Governo de Minas está atenta à questão. De acordo com Piau, a quantidade de gás no Pré-Sal e tão grande que as empresas estão reinjetando, visto que a demanda ainda é baixa. “Não precisaremos importar gás de nenhum lugar. O que temos é suficiente para atender a demanda da indústria e, mais que isso, a um preço acessível, visto que a concorrência será grande. Essa discussão em nível nacional e o próprio interesse do Governo Zema em criar oportunidade de crescimento para o Estado é a oportunidade ideal para que tratativas sobre esse tema continuem e eles têm interesse”, destacou, revelando que após a reunião, o presidente da Gasmig, por telefone, deu prosseguimento ao assunto.

Piau ressaltou o interesse do Governo de Minas na questão, cuja visão, destacou ele, tem foco no crescimento econômico e na geração de emprego, o que é de interesse de todos os mineiros.

Foto: Divulgação/PMU

 

 

You have Successfully Subscribed!

Share This