« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Após reuniões sobre as reivindicações do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba (SSPMU) e sobre a proposta, com o compromisso de reajuste de 8.8%, a Prefeitura de Uberaba deve prosseguir com o encaminhamento à Câmara Municipal de Uberaba para votação da pauta. Como já foi feito o fechamento da folha de março, mês referencial na data base, o reajuste deve ocorrer em maio com valores retroativos.

Conforme negociado com o sindicato anteriormente, a Prefeitura deve cumprir o compromisso de recomposição salarial relativo aos anos de (2015\2026) de 5.5%, mais o reajuste de 3.75% em relação a inflação de 2018, de acordo com o IPCA, o que dá 8.8%. Isso reflete o compromisso assumido anteriormente com o sindicato e deve impactar a folha de pagamento do município em R$23,5 milhões/ano. O Ticket Alimentação também terá reajuste de acordo com o IPCA, com aumento de R$ 20,00, e o impacto desta alteração implicará em um gasto de R$1,84 milhões por ano.

O tema foi assunto de assembleia, onde o Sindicato deliberou que os servidores municipais não concordaram com a proposta. Porém, segundo o secretário de Administração Rodrigo Vieira, o posicionamento da Prefeitura deve ser mantido. “O prefeito Paulo Piau destacou que somente em 2019 a divida do Estado com o município já ultrapassa os R$20 milhões. Portanto manter este posicionamento é coerente com a responsabilidade fiscal que precisamos ter sempre. O aumento de R$25,3 milhões investidos em pessoal, em uma fase em que a crise financeira e econômica ainda persiste, esgota todas as possibilidades neste momento. Uma das maiores prioridades do prefeito é manter os salários em dia, por isso é necessário trabalhar de forma prudente”.

Sobre as reivindicações que não envolvem a parte financeira, mas sim de gestão, foi determinado pelo prefeito o acompanhamento direto do secretário de administração Rodrigo Vieira para a solução dos pedidos.

Fotos: Divulgação/PMU/CMU

 

 

 

You have Successfully Subscribed!

Share This