Fundação Cultural de Uberaba homenageia ceramista Lusa Andrade com exposição no Museu de Arte Sacra

O objetivo é homenagear artistas das variadas manifestações culturais da cidade

A Fundação Cultural de Uberaba, por meio do Museu de Arte Sacra (MAS), inaugurou nesta sexta-feira (27) a exposição em homenagem à renomada ceramista Lusa Andrade, com um chá especial. O Museu fica na Igreja Santa Rita e a exposição, que é aberta ao público, ficará até o dia 09/12. O evento contou com a participação de ex alunos e admiradores das obras da ceramista.

Na ocasião, Dona Lusa recebeu uma placa da Fundação Cultural reconhecendo a importância de sua contribuição artística, e ficou emocionada com a homenagem. “Não consigo falar de tanta emoção. Emoção é o que define, porque foi muito bom. O Antônio Carlos foi gentilíssimo e o Hélio, amigo de longa data, me deixaram muito feliz. É uma emoção ter um reconhecimento desses”, declarou Lusa Andrade.

O presidente da Fundação Cultural, Antônio Carlos Marques, falou sobre a importância e contribuição de Dona Lusa para a cerâmica e para a cultura no Brasil. “Foi ela quem realizou o primeiro congresso nacional de cerâmica feito em Uberaba. Ela fez quatro congressos aqui e isso há 35 anos atrás, uma época difícil que não havia patrocínio”, pontua o presidente. “Embora, hoje, ela esteja aposentada, não atuando mais com cerâmica, fica em nossa história todo o trabalho que ela fez”.

Antônio Carlos afirmou que, em outros momentos, o objetivo é que outros artistas também sejam homenageados. “Sabemos que tem várias pessoas que, embora não estejam atuando, alavancaram a cultura de Uberaba e projetaram o nome da cidade através das atividades culturais. E a gente quer homenageá-los”.

O artista plástico e coordenador do MAS, Hélio Siqueira, foi aluno de Dona Lusa durante, aproximadamente, cinco anos. “Como eu faço parte dessa história, posso falar de como foi importante na minha vida. Nós estamos recuperando uma história de muitos anos da cidade”, se emociona Hélio, destacando que a ceramista foi pioneira e que os congressos dela traziam pessoas de todo o Brasil para Uberaba. Hélio afirma ainda que é importante relembrar todos esses artistas para mostrar para a juventude a história da cidade. “São muitos movimentos culturais vindos de Uberaba que as pessoas não sabem, mas a partir dessas homenagens, elas têm a oportunidade de saber”, fala Hélio.

Também presente no evento, a ex-aluna de Dona Lusa Ivani Bessa contou que é grata por Lusa ter proporcionado a oportunidade de participar dos congressos nacionais de cerâmica e dessa época em Uberaba. “Eu sou uma cria dessa época. O barro tomou conta de nós nessa época, então eu conheci muita gente, eu cresci muito e compartilhei muito”, declara Ivani.

Sobre a iniciativa da Fundação Cultural de homenagear Dona Lusa, Ivani Bessa destacou ser uma boa oportunidade de lembrar as pessoas que fizeram história na cidade. “É necessário resgatar um pouco do que Uberaba tem, porque são valores imensos, são coisas que ficaram e estão por todo o Brasil e mundo todo. Uberaba distribuiu receptividade, mostrou cultura, acolhemos todos os ceramistas do Brasil inteiro, foi uma união de muito conhecimento” disse Ivani.

 

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.

Obrigado, Caros Leitores!

Nós da família do Luiz Renato Rodrigues da Cunha vimos através deste canal “Em Todas” agradecer a todos que procuravam diariamente se informar e compartilhar as matérias divulgadas pelo nosso saudoso colunista.

Agradecemos também o carinho demonstrado sempre ao nosso blogueiro imortal.

Foram anos de fidelidade, respeito e interatividade!

Sabemos que ele exerceu com brilhantismo sua capacidade de informar com transparência e imparcialidade, transmitindo alegria e entretenimento a seus leitores.

Chegou a hora de dar um até breve e jamais um adeus, pois acreditamos que um dia estaremos novamente com nosso ente querido.