Fundação Cultural de Uberaba inicia cadastramento de artistas visando à implantação da Lei Aldir Blanc

Os interessados terão 15 dias para efetuar o cadastro

A Prefeitura de Uberaba, por meio da Fundação Cultural inicia o cadastramento de artistas para atender à Lei Aldir Blanc, que visa a beneficiar os trabalhadores da cultura. A Lei foi sancionada segunda-feira (29). A previsão é que sejam liberados até R$ 3 bilhões para estados e municípios, com recursos oriundos, majoritariamente, do Fundo Nacional de Cultura (FNC) para socorrer o segmento contra os efeitos da pandemia da Covid-19. O cadastramento será preferencialmente online e os interessados terão 15 dias a partir de amanhã, quinta-feira (02) para efetuarem o cadastro.

A autarquia fará o cadastro de artistas que poderão ser atendidos com a remuneração emergencial. Podem se cadastrar fazedores de cultura, artistas, produtores, pontos de cultura, redes, coletivos e movimentos culturais. Esta é a primeira etapa para a implantação da Lei pela FCU.

De acordo com a presidente da Fundação Cultural, Jaine Basílio, o cadastro também ampliará o contato com artistas que ainda não conhecem a Fundação Cultural.  “Realizar este cadastramento é uma forma de sairmos na frente e aproximar os artistas que ainda não conhecem o nosso trabalho”, disse.

Segundo Jaine, cumprida esta etapa outro grande desafio será a implementação da Lei Aldir Blanc. “Essa etapa exige uma ação coordenada. Estamos trabalhando a partir de um grupo operacional de estudos que criamos para melhor desenvolvermos os projetos”, conta.

Os cadastros poderão ser efetuados através do link https://culturauberaba.com.br/. Caso haja alguém não tenha acesso à internet, poderá ter atendimento presencial a partir de agendamento prévio pelo telefone 3331-9200. Vale ressaltar que quem teve acesso ao auxílio emergencial, não terá direito aos benefícios da Lei emergencial.

Foto: Divulgação/Fundação Cultural de Uberaba

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.