Grupo ABC inaugura atacarejo em Uberaba

Trata-se da segunda loja da família Martins no Município e a 53ª  no Brasil

Inaugurada na manhã desta terça-feira(29), com a presença do prefeito Paulo Piau, a 53ª loja no Brasil e segunda unidade do Grupo ABC em Uberaba. Localizado na Rua João Alfredo, 235, Grande Abadia, o novo atacarejo  tem 7.500 metros quadrados de área construída e representa  investimento de R$10 milhões. São 250 funcionários operacionais, sendo que com a obra foram gerados 400 empregos diretos e indiretos.

O presidente do grupo ABC, Valdemar Martins explicou que Uberaba foi escolhida em razão de sua localização e empreendedorismo com uma administração pública voltada para o crescimento. “Para nós a empresa cresce em valor ao ter mais uma loja na cidade”, disse.

O empresário  destaca que o atacarejo é  modelo inovador que atende do pequeno ao grande consumidor, ambulantes, “dogueiros”, pequenas padarias, o transformador, além de hotéis, motéis, revendedores em geral. “Vamos, com certeza, fazer bons negócios, aumentando a competição nesse mercado”, afirmou lembrando, ainda, que não encontrou dificuldades em inserir a marca no Município, sendo muito bem recebido. “É bom que o mercado saiba que nós viemos para competir”, sentencia.

Nessa mesma linha o prefeito Paulo Piau considera que o novo empreendimento vai contribuir para aumentar a concorrência de mercado beneficiando diretamente a população. Ele ressalta o custo de vida como fundamental para toda comunidade,  porque o trabalhador precisa comprar  itens de primeira necessidade, como alimentação, higiene e outros, com preços mais acessíveis, o que é possível graças a maior variedade ofertada. 

“Quando existe oferta grande de produtos que vieram da indústria, e encontram grande concorrência,  os preços tendem a se adequar para baixo, beneficiando a população, reforçou o prefeito destacando que Uberaba, nos últimos oito anos, passou a ser bem servida de supermercados.

Piau lembra que quando a Mosaic foi estabelecer o Centro de Soluções Compartilhadas no Município, avaliou as cidades de Minas Gerais e  descobriu que Uberaba tinha o quarto menor custo de vida do Estado.

“É uma alegria, pois em plena crise, com o País reduzindo sua economia em quase 10%, a Cidade receber um empreendimento dessa magnitude é motivo de orgulho. Como prefeito fico feliz porque a maior oferta de produtos de qualidade a preços competitivos reduz o custo de vida, além de gerar emprego e renda na Cidade”, frisou.

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, José Renato Gomes, o trabalho do atual Governo sempre foi a procura de investimentos, sendo esse o sexto atacarejo conquistado pela atual Administração. São três Bahamas, um Atacadão e um novo Mart Minas e agora o atacarejo ABC, além da outra loja do Grupo no São Benedito. Ele aponta que os supermercados locais também se expandiram. “Isso demonstra que Uberaba tem mercado para comportar todos esses investimentos. Com isso a finalidade é que a concorrência faça com que o preço da cesta básica também caia”, afirmou

José Renato conta que o ‘namoro’ com o Grupo ABC durou três anos. “Estamos colhendo o que plantamos lá atrás. Isso não cai do céu, é fruto de muito trabalho. Conversei com o senhor Valdemar durante esse período, mostrando as potencialidades e crescimento de Uberaba até entusiasmá-lo. Fez a primeira e agora esse grande empreendimento que é um presente para o bairro mais populoso da Cidade”,  concluiu.

O diretor comercial do Grupo, Thúlio Fernandes Martins informou que no atacarejo são 16 mil itens de produtos  regionais e locais e mundiais. “São 30 lojas somente em Minas Gerais, com 7.100 funcionários”, informou.

Histórico –  A empresa foi fundada por Valdemar Martins, em 1982 na cidade de Divinópolis. Com a profissionalização tornou-se um conglomerado, com a sucessão já feita. O patriarca continua na empresa, mas os negócios são administrados atualmente pelos filhos Thúlio e o diretor financeiro, Thiago Martins.

Em Uberaba a primeira loja do grupo ABC foi instalada próximo à rodoviária e inaugurada em 2019 gerando 150 empregos diretos com investimento da ordem de R$9 milhões entre a reestruturação do prédio, equipamentos e mobiliário.

Fotos: André Santos

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.