Justiça bloqueia R$ 800 milhões de Joesley

A justiça federal determinou nesta quarta-feira (30), o bloqueio de R$ 800 milhões das contas de Joesley Batista e seu irmão Wesley Batista, bem como diretores das JBS, e da J&F, em análise preliminar de ação popular proferida pelo Juiz Federal Tiago Bitencourt de David, da 5ª Vara Federal Cívil em São Paulo, que acusa o grupo que teriam praticado o crime de insider trading ao utilizarem informações privilegiadas para comprar cerca de US$ 1 bilhão às vésperas da divulgação da gravação do diálogo do empresário com o presidente Michel Temer.

Além disso, acusam os irmãos o equivalente a R$ 327,4 milhões em ações da JBS no mês de Abril, época em que já colaboravam com as investigações que culminaram com a operação Patmos – que mira Temer, seu assessor Rocha Loures e o senador Aécio Neves (PSDB-MG).

“A  J&F informa que não tem conhecimento sobre o processo e que também não foi citada. A companhia esclarece ainda que tem como política e prática a utilização de instrumentos de proteção financeira visando, exclusivamente, minimizar os seus riscos cambiais e de commodities provenientes de sua dívida, recebíveis em dólar e de suas operações. Cabe recurso.

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.