Ministro da Justiça Torquato Jardim visita Uberaba para tratar segurança pública

Na manhã de hoje (24), o Ministro da Justiça Torquato Jardim, esteve Uberaba, Minas Gerais. Na pauta da reunião ocorrida a convite do Prefeito Paulo Piau, o ministro recebeu as demandas de Uberaba e da região. O primeiro momento do encontro se deu a portas fechadas e foi acompanhado por representantes das Forças de Segurança Pública da cidade. “Na reunião reservada apresentamos ações que estão em andamento na área de segurança pública. Uberaba está fazendo seu trabalho e quer avançar. Para isso solicitamos o aporte de recursos para viabilizar projetos que desenvolvemos. Ou seja, pedimos apoio logístico, tecnológico e financeiro. Bem como solicitamos apoio para continuidade de programas que auxiliam no combate a criminalidade”, informou o prefeito Paulo Piau.

Também foi solicitado ao ministro a recomposição do efetivo da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal, bem como um Plano Nacional de Segurança Pública capaz de integrar Estado, Regiões e Municípios.

No desdobramento do encontro, o Ministro Torquato Jardim falou sobre a criminalidade no Brasil, durante uma apresentação aberta no anfiteatro da Prefeitura, e afirmou que se combate a criminalidade com tecnologia e integração. Logo após concedeu entrevista à imprensa. Questionado sobre os problemas prisionais, ele afirmou que no ano anterior o Governo Federal disponibilizou aos Estados mais de R$ 1 bilhão para que fossem construídos e/ou expandidos os presídios, o que abriria mais de 42 mil vagas no sistema prisional, no entanto, “foram abertas apenas 1.200 vagas, pois o trabalho não foi feito. A responsabilidade é do Estado e não do Governo Federal, pois a nossa é dar suporte técnico e financeiro e isso fizemos”.

Tecnologia – O ministro afirmou que não em curto prazo não há nenhuma expectativa para aumento do efetivo das Polícias Federal e Rodoviária Federal, e que por isso, a União está investindo em tecnologia. “É imprescindível à troca de informações, ou seja, o serviço de inteligência. Não há ação eficaz se não for estreita com as forças de segurança das cidades, pois é aqui que começa o Brasil. Aqui eles sabem o modo de operação do crime, quem são os lideres das gangues, conhecem o terreno. Temos que casar operações, compartilhar arquivos, estudar a área, saber como opera a tropa. Por isso estou indo aos municípios, que é onde tudo começa”, disse Jardim.

Para o prefeito Paulo Piau, que esteve acompanhado dos prefeitos da região, bem como do presidente do Poder Legislativo, Luiz Humberto Dutra e do Deputado Estadual Tony Carlos, a presença do ministro cumpriu seu papel. “Apresentamos nossa proposta, que foi bem recebida pelo ministro e também pelo Secretário de Estado de Defesa Social, principalmente porque estamos no caminho certo, pois reivindicamos aparato tecnológico e logístico com foco nesta integração, que ele tanto citou. Agora é trabalhar a questão na área técnica do governo mineiro e também do ministério”, finalizou.

A comitiva do ministro foi integrada pelo Secretário Nacional de Segurança Pública (SENASP), Carlos Aberto dos Santos Cruz, Diretor de Articulação e Projetos do SENAD, Clovis Benevides, Diretor Geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, Diretor-Geral do Departamento de Polícia Rodoviária Federal (DPRF), Renato Borges Dias e o Assessor Especial do Ministro, João Luiz Pinto Coelho M. de Oliveira. O Secretário de Estado de Defesa Social, Sérgio Barboza Menezes também participou da agenda.

 

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.