Ministro do Esporte Leonardo Picciani em Uberaba para inauguração do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE)

O prefeito de Uberaba, Paulo Piau e o presidente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer (Funel) Luiz Alberto Medina, entregaram hoje (22) à comunidade, o Centro de Iniciação ao Esporte – CIE com a presença do Ministro de Estado do Esporte, Leonardo Picciani, do Secretário Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, Leandro Cruz, e do deputado Federal Marcos Montes. Também presentes o vice-prefeito João Gilberto Ripposati, o presidente da Câmara Municipal, Luiz Humberto Dutra e demais vereadores, além dos secretários municipais, assim como presidentes das autarquias e fundações municipais.

Antes da solenidade de inauguração, a equipe da seleção brasileira de Futsal foi ao CIE para uma visita às instalações e Falcão ala da equipe pontuou que toda cidade que incentiva esportes, tira as crianças da rua, e está sempre saindo na frente. “Quanto mais tempo eles estão aqui, menos se tem com que preocupar. Eu acho que tudo o que é relativo ao esporte, não só para criar novos jogadores, mas que criem esse hábito da prática esportiva é positivo, pois tem tudo a ver com a educação. E Uberaba está mais uma vez saindo na frente” afirmou Falcão.

Para o prefeito de Uberaba Paulo Piau, o CIE é importante na vida dos uberabenses, para desde a primeira idade, na infância, as crianças terem a oportunidade de optar pelo seu caminho na vida, e o caminho do esporte, como na cultura, conduzem os meninos para a autoestima elevada, portanto faz parte da formação pessoal de cada cidadão.

Ainda de acordo com o prefeito, o ministro está levando em mãos a Brasília, demandas referentes a projetos para o esporte municipal. “Há vários projetos, mas a mais importante é a pista de atletismo, pois Uberaba não tem uma pista oficial, juntamente com o ginásio. E nós já temos a área que é ao lado da Ceasa, mas tem também o espaço esportivo para a Adefu. E isso é um desafio que até 2020 eu quero deixar, para a Adefu quem tem dado exemplo para o Brasil e para o mundo nas suas competições, pois eles merecem um espaço melhor para os seus treinamentos, enfim, são seis projetos que tem importância para Uberaba”.

O Ministro Leonardo Picciani elogiou a gestão correta, fruto da boa gestão e da responsabilidade com o recurso público, também quanto ao plano de ação criado para o CIE e se disse feliz por inaugurar uma obra que trouxe novos equipamentos que aumentará a capacidade de atendimento, pois o esporte é uma ferramenta para formação de atletas. “O plano de ação, feito pela prefeitura supera e muito os requisitos que o ministério pede. É um plano bastante completo, plano que foi além, colocando inclusive a atividade que inicialmente não estava prevista, como a musculação, modalidade de luta, portanto um plano muito bem elaborado que a gente tem certeza que vai ser sucesso”, ressalta.

“As atividades já começam na preparação para a utilização, acrescentamos a musculação, tatame completo de judô, som para dança, zumba, balé, vamos introduzir lanchonete e preparar as quadras para as três vertentes do esporte que são: esporte participação, onde todos participam tratando da saúde, esporte educacional, com aluno de escola e Cemei, esporte de alto rendimento que é o resultado desses dois, garimpando talentos e formando equipes que representarão Uberaba” finaliza o presidente Luiz Medina.

 Centro de Iniciação ao Esporte – CIE

A obra conta com investimentos do Governo Federal da ordem de R$ 3.202.406,67 e contrapartida da prefeitura com o terreno. Foi construído no modelo II – R40, com função multiuso para a prática de esportes voltados à iniciação esportiva e ao esporte de alto rendimento, estimulando a formação de atletas em áreas de vulnerabilidade social. O complexo esportivo foi construído no bairro Beija Flor II, na Rua Mário Teodoro s/n. O CIE de Uberaba vai oferecer 24 modalidades esportivas, entre elas as olímpicas: esgrima, ginástica trampolim, levantamento de peso, taekwondo, vôlei de praia, boxe, handebol, lutas, ginástica, badminton, tênis de mesa, vôlei, basquetebol, ginástica artística, judô e atletismo. As paralímpicas terão esgrima de cadeira de rodas, judô, halterofilismo, tênis de mesa, voleibol sentado, goalball. O CIE oferecerá ainda estrutura para futebol de salão, tendo capacidade inicial para 800 pessoas.

Economia – Com licitação para construção fechada com valor menor do que o aporte do Ministério do Esporte, a Fundação utilizou o saldo residual para adicionar melhorias no CIE como, o cercamento de todo o complexo e a cobertura da quadra externa, que não estavam previstos no projeto inicial.

 

 

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.