Morre o jornalista uberabense Fernando Vannucci aos 69 anos

O jornalista Fernando Vanucci, de 69 anos, morreu nesta terça-feira  (24) em São Paulo. A causa da morte ainda não foi divulgada. O velório e sepultamento devem ocorrer no Rio de Janeiro, de acordo com informações do GloboEsporte.com

Ainda segundo a reportagem, o jornalista passou mal pela manhã, foi socorrido pela empregada e levado ao Pronto Socorro Central de Barueri, na Grande São Paulo. No entanto, não resistiu. Vanucci havia sofrido um infarto em 2019 e colocado um marca-passo. Desde então, tinha a saúde comprometida.

O jornalista começou a carreira no rádio, ainda na adolescência, em Minas Gerais, onde nasceu, na cidade de Uberaba. Da rádio, foi trabalhar na TV Globo de Minas Gerais e depois, em 1977, no Rio de Janeiro. Na emissora, tornou-se um dos rostos mais conhecidos do núcleo esportivo, cobrindo seis copas do mundo, de 1978 a 1998.

Foi durante a Copa do México, em 1986, que criou o bordão “Alô, você”, pelo qual foi lembrado até o fim da vida. Naquela copa, chorou ao comentar a derrota da Seleção dirigida por Telê Santana, fazendo todo o país se emocionar.

Vanucci cobriu seis Copas do Mundo durante o período em que trabalhou na Globo: 1978, 1982, 1986, 1990, 1994 e 1998. Fernando Vanucci ainda passou pelas emissoras de tevê Bandeirantes, Rede TV! e Record. Seu último trabalho foi na Rede Brasil de Televisão, onde era o editor de Esportes.

Fotos: Reprodução

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.

Obrigado, Caros Leitores!

Nós da família do Luiz Renato Rodrigues da Cunha vimos através deste canal “Em Todas” agradecer a todos que procuravam diariamente se informar e compartilhar as matérias divulgadas pelo nosso saudoso colunista.

Agradecemos também o carinho demonstrado sempre ao nosso blogueiro imortal.

Foram anos de fidelidade, respeito e interatividade!

Sabemos que ele exerceu com brilhantismo sua capacidade de informar com transparência e imparcialidade, transmitindo alegria e entretenimento a seus leitores.

Chegou a hora de dar um até breve e jamais um adeus, pois acreditamos que um dia estaremos novamente com nosso ente querido.