Pacientes de Manaus com Covid-19 desembarcam em Uberaba neste sábado

Estender a mão a quem precisa é mais do que um gesto de solidariedade, é uma atitude humanitária. Foi a partir desse princípio que o Comitê Técnico-Científico de Enfrentamento à Covid-19 da Prefeitura de Uberaba e vereadores, juntos, decidiram receber 12 pacientes de Manaus com coronavírus. Eles chegam à cidade, neste sábado (23), num avião da Força Aérea Brasileira (FAB). Do aeroporto serão transferidos diretamente para o Hospital Regional em ambulâncias equipadas do Estado que já estão mobilizadas.

No Hospital Regional, uma ala específica com 12 leitos de UTI foi destinada para receber os pacientes. A decisão do Executivo, em conjunto com o Legislativo, saiu depois de reuniões que começaram no início da tarde desta sexta-feira e terminaram à noite. Ao final, falou mais alto o caráter humanitário que envolve essa ação. Com a decisão, Uberaba passa a ser a primeira cidade de Minas Gerais a acolher pacientes vindos do Amazonas.

Em pronunciamento gravado logo após a decisão e postado nas redes sociais oficiais do Município, a prefeita Elisa Araújo, ao lado do presidente da Câmara Municipal, vereador Ismar Marão, disse que esta sexta-feira foi o dia mais difícil de todos que viveu desde que decidiu abraçar a vida política. “Uma decisão que envolvia não só uma análise técnica, mas exigia de nós uma atitude humanitária. Como negar? Como dizer não a quem luta contra essa doença e tem em nossa cidade a única chance de sobrevivência?”, diz Elisa.

No vídeo, a prefeita também explicou que todos os pacientes não Covid internados atualmente no Hospital Regional serão transferidos para outras unidades de saúde de Uberaba. “Dessa forma, o Hospital Regional ficará exclusivo para tratamento da Covid-19, com capacidade garantida pelo Estado para habilitar mais leitos. Uberaba está tendo a chance de mostrar para o Brasil a sua capacidade de enfrentar a Covid-19 com gestão responsável e humanitária”, finaliza Elisa.

Desde o início do colapso no sistema de saúde de Manaus, 214 pacientes já foram transferidos para outros estados. A estratégia faz parte de uma Força-Tarefa realizada por meio de uma cooperação interestadual, com o apoio do Ministério da Saúde e Força Aérea Brasileira (FAB). Até o momento, foram transferidos pacientes para os estados do Piauí (9), Maranhão (39), Paraíba (15), Rio Grande Norte (28), Goiás (32), Alagoas (14), Espírito Santo (36), Acre (3), Pará (23), e Distrito Federal (15).

A transferência é feita por meio de classificação de risco do protocolo de Manchester, que estabelece as prioridades de atendimento de acordo com a gravidade dos casos. Para ser transferido, o paciente deve apresentar sinais vitais (frequência cardíaca, respiratória e pressão arterial) estáveis, além de assinar um termo de consentimento.

O transporte aéreo é realizado em aeronaves de uso militar, adaptadas com equipamentos que garantem a estabilidade e segurança dos pacientes, sob responsabilidade da FAB.

Fotos: Divulgação/Prefeitura de Uberaba

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.

Obrigado, Caros Leitores!

Nós da família do Luiz Renato Rodrigues da Cunha vimos através deste canal “Em Todas” agradecer a todos que procuravam diariamente se informar e compartilhar as matérias divulgadas pelo nosso saudoso colunista.

Agradecemos também o carinho demonstrado sempre ao nosso blogueiro imortal.

Foram anos de fidelidade, respeito e interatividade!

Sabemos que ele exerceu com brilhantismo sua capacidade de informar com transparência e imparcialidade, transmitindo alegria e entretenimento a seus leitores.

Chegou a hora de dar um até breve e jamais um adeus, pois acreditamos que um dia estaremos novamente com nosso ente querido.