Parque Tecnológico de Uberaba terá dois novos laboratórios para atender empresários

Laboratórios terão programas de capacitação e prestação de serviços nas áreas de Tecnologia da Informação, Indústria e Agro 4.0

A Prefeitura de Uberaba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação (Sedec) e Parque Tecnológico de Uberaba, foi contemplada com cerca de R$798 mil provenientes da aprovação de chamada pública da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) que permitirá, dentre uma série de projetos e atividades, a aquisição de equipamentos para a estruturação de dois laboratórios multiuso para a capacitação e formação de mão de obra especializada, visando a contribuir para a sustentabilidade e geração de receita para o Parque Tecnológico de Uberaba. A operação dos dois espaços está prevista para o primeiro semestre de 2021.

O projeto “Fortalecimento do Parque Tecnológico de Uberaba e seus ambientes de inovação ampliando sua capacidade de atendimento e portfólio de serviços visando atendimento regional”, foi submetido à Fapemig no ano passado e permitirá a estruturação dos laboratórios TICMaker (Tecnologia da Informação e Comunicação) e IOTLABMaker (Núcleo de Trabalho em Internet das Coisas). Entre os itens estão computadores, notebooks, impressoras 3D, fresadora de precisão e prensa térmica.

O projeto é coordenado pela gestora do Parque Tecnológico, professora Raquel Resende que possui mais de 20 anos de experiência na submissão de projetos para a captação de recursos.

“Temos percebido grande necessidade de novos cursos e treinamentos complementares à formação profissional ofertada pelas instituições de ensino da região. Além disso, existem demandas por serviços específicos oriundos da indústria, da agroindústria, de startups e empresas desenvolvedoras de software. Os novos laboratórios contribuirão para incrementar o portfólio de serviços e formação que Uberaba já possui”, apresenta a gestora.

Para o titular da Sedec, José Renato Gomes, as ações em prol da ciência, tecnologia e inovação e, consequente, aprovação em editais que financiam essas propostas, confirmam que o Parque Tecnológico está no caminho certo. “Nossa proposta de trabalho desde o início foi o fortalecimento do Parque Tecnológico de Uberaba. Como sempre digo, o empenho do prefeito Paulo Piau em colocar em prática o que teve início há 30 anos está sendo cada vez mais reconhecido em todo o País”, comentou o secretário.

Uberaba possui centenas de laboratórios de ensino e pesquisa dentro das universidades e faculdades, além disso, muitas empresas detêm laboratórios de ponta em suas unidades. Um amplo diagnóstico para mapear todos esses laboratórios está sendo realizado pela Sedec, por meio do Parque Tecnológico e seu resultado será apresentado nas próximas semanas. A empresa ou indústria que desejar usufruir das estruturas deverão contatar o Parque tecnológico que fará a ponte entre empresário e instituição que detêm os laboratórios.

Fotos: Divulgação/Prefeitura de Uberaba

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.