Prefeito de Uberaba Paulo Piau participa de instalação do Grupo de Reação a Desastres (GREDE)

Prefeito de Uberaba, Paulo Piau, participa na tarde desta quinta-feira (26) de instalação do Grupo de Reação a Desastres (GREDE), que terá como objetivo atender e dar respostas a desastres que venham a ocorrer no município. O grupo foi criado pela Secretaria de Defesa Social, Trânsito e Transportes (Sedest) e ainda passará por treinamentos especializados para estar em condições de responder em casos de desastre ou outro efeito adverso que possa colocar em risco toda ou parte da população municipal e/ou possa causar prejuízos econômicos, ambientais e sociais.

Além da Sedest, o grupo será composto por representantes da Defesa Civil, da Procuradoria Geral do Município, Chefia de Gabinete, COHAGRA, Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba – CODAU, e as secretarias de Serviços Urbanos, Governo, Administração, Planejamento e Gestão Urbana, Educação, Desenvolvimento Social, Obras, Meio Ambiente, Finanças, Comunicação, Agricultura, Saúde e do SAMU.

Paulo Piau ressalta que este tipo de atividade é necessário, devido o tamanho de Uberaba, para melhorar o preparo para socorrer a população de maneira mais eficiente. “Precisamos somar, nunca fazer uma ação isolada. A Defesa Civil é uma entidade nossa, então precisamos correr atrás e estamos no caminho certo. Uma vida que a gente salvar, já valeu a pena”, enfatiza o prefeito.

O secretário da Sedest, Wellington Cardoso Ramos, destaca que a instalação do GREDE é o primeiro passo para manter uma mobilização permanente em caso de imprevistos. “Choveu? Todo mundo fica em alerta para poder prestar socorro se precisar, mas não é apenas esse grupo inicial. A nossa proposta é ampliar o grupo de pessoas para atuar em parceria, como o Corpo de Bombeiros, o Tiro de Guerra, voluntários treinados, como as Brigadas de Incêndio com os servidores da Educação”, explica Ramos.

Um grupo de comunicação na rede social WhatsApp será criado para auxiliar no direcionamento do GREDE. O prefeito se prontificou a participar para acompanhar a mobilização de perto.

Ana Luisa Vilharim da Silva, agente da Defesa Civil, foi quem apresentou o cronograma para os próximos passos para a efetivação do GREDE. “Até o fim de 2017, vamos elaborar um Plano de Contingenciamento de Riscos, em parceria com os Bombeiros, que tem a expertise na área, e finalizar um mapeamento das áreas de risco, com base nos dados da Defesa Civil e dos Bombeiros. Por fim, iremos realizar a capacitação da equipe para que ela esteja preparada para responder às situações”, esclarece a agente.

Também serão realizadas ações de prevenção de desastres, preparação para emergências e desastres e resposta aos desastres e reconstrução. O GREDE deverá atuar no pré-desastre, no desastre propriamente dito e na desmobilização.

 

 

 

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.