« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Uberaba vai ganhar um novo espaço, totalmente moderno, para fortalecer a inovação e tecnologia no Município. O projeto do Centro de Inovação que abrigará a sede do Parque Tecnológico de Uberaba foi apresentado oficialmente nesta quinta-feira (10) pelo prefeito Paulo Piau e equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação (Sedec), com apoio da Secretaria de Planejamento. A apresentação foi acompanhada pela imprensa, autoridades municipais e representantes de empresas, universidades e instituições representativas da cidade.

Com recursos já garantidos para a construção, a licitação do espaço foi publicada na última edição do Porta-Voz com valor estimado em R$ 9 milhões 234 mil 792,21. O Centro de Inovação terá 2.256 metros quadrados para abrigar empresas, startups, projetos e eventos. O projeto, de autoria do arquiteto Marcondes Freitas, possui um átrio central com grande área de convivência para atividades e eventos de inovação em parceria com as instituições de ensino e pesquisa. Haverá, ainda, áreas de serviços, espaço de coworking, e um Parque Lab instalado no espaço.

O prefeito Paulo Piau destaca que o objetivo do Centro de Inovação é que ele seja, além da casa do Parque Tecnológico, um ponto de união de toda a inteligência de Uberaba somada com a inteligência do Brasil e do mundo. “Aqui é um ponto criativo. A economia criativa é o que todos querem hoje, e isso é capaz de mudar a configuração da economia de uma cidade e de uma região. Aqui se congregam as instituições de ensino e de pesquisa, estudantes e startups. Este prédio é fundamental para que a gente dê um salto nesta chamada economia criativa”, analisou.

O secretário José Renato Gomes rememora que o Parque Tecnológico foi criado há mais de 20 anos, à época do prefeito Paulo Piau enquanto secretário municipal, na gestão do ex-prefeito Luiz Guaritá Neto. “A semente foi lançada, regada durante alguns anos e ficou um período sem dar flores e frutos. Agora, a criação do Centro de Inovação é o adubo, que vai fazer prosperar e viabilizar no Parque Tecnológico um verdadeiro centro de inteligência e criação. Uberaba dá um novo salto na área de inovação, mostrando sua visão de futuro”, destaca José Renato.

Visão de futuro e arquitetura funcional

A gestora do Parque Tecnológico, Raquel Resende, avalia que o Centro de Inovação consolida ainda mais a proposta do Parque Tecnológico. Este espaço foi um projeto muito estudado e planejado, e estará próximo a instituições de ensino e empresas no Parque Tecnológico. Ele consolida o conceito de Tríplice Hélice, porque é um prédio do governo abraçando as universidades e empresas. Teremos o encontro entre os empresários de Uberaba – estejam eles já inovando ou não-  e as universidades e os centros de pesquisa, para que juntos trabalhem demandas para desenvolver produtos e melhorar processos produtivos”, afirmou.

Além da área administrativa do Parque Tecnológico relacionada à ciência, tecnologia e inovação do Município, hoje capitaneado pela Sedec, Raquel Resende explica que o Centro de Inovação também vai abrigar iniciativas dos parceiros: “Nesse prédio podemos ter braços dos principais agentes de fomento e agentes financiadores. É um espaço onde periodicamente podemos receber convidados, sediar pré acelerações de startups, receber startups de fora do Brasil, associações relacionadas à tecnologia, empresas juniores, ligas de empreendedorismo, tudo isso em um só lugar. É um espaço multiuso feito para inovação de Uberaba”.

Concepção arquitetônica.  Concebido pelo arquiteto Marcondes Freitas, o projeto do Centro de Inovação de Uberaba foi inspirado em um Centro de Inovação no sul do Brasil. Vai ser instalado no núcleo central do Parque Tecnológico de Uberaba, em frente da entrada principal da UFTM, local estratégico onde também deve ser construído um complexo de serviços como restaurantes e cafeteria.

“A proposta é um chamado à diversidade, à interação e à humanização do trabalho. É um projeto que une praticidade ao conforto”, ressalta Marcondes Nunes. Ele explica que há um grande vão interno, arquibancada e um espaço amplo, verde e funcional, e tudo foi pensado para que o local seja bem iluminado, sustentável e com materiais inteligentes, tornando fácil a alteração dos ambientes conforme a necessidade de seu uso. No piso superior haverá placas fotovoltaicas e as paredes serão em sua maioria compostas por vidros, conectando ambientes e paisagem.

Fotos: Marco Aurélio Cury/Prefeitura de Uberaba

 

You have Successfully Subscribed!

Share This