Presidente da Codemig recebe Título de Cidadania na Câmara Municipal de Uberaba

 

A Câmara Municipal entregou na manhã desta quinta-feira (14) um Título de Cidadania Uberabense ao presidente da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), o engenheiro metalúrgico Marco Antônio Soares da Cunha Castello Branco, que é natural de Belo Horizonte. A iniciativa foi do vice-presidente da Casa, vereador Agnaldo Silva (PSD)

Participaram da solenidade o prefeito Paulo Piau, o vice-prefeito João Gilberto Ripposati, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, José Renato Gomes, e o deputado estadual Tony Carlos.

Segundo Agnaldo, o Título é concedido para pessoas que não nasceram na cidade, mas que de alguma forma participaram ou participam do desenvolvimento, destacando e promovendo suas atividades e o nome da cidade. O vereador lembrou que foi secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico entre 2010 e 2012, período em que iniciou um trabalho para tentar fazer a gestão dos distritos na cidade, mas havia uma grande burocracia e problemas, os quais fizeram que isso se estendesse.

Agora, de acordo com Agnaldo, graças ao empenho do secretário José Renato Gomes e da Codemig, os problemas foram contornados. “Hoje eu tenho o orgulho de ter sido o autor deste Título de Cidadania Uberabense”, afirmou o parlamentar.

José Renato Gomes agradeceu ao presidente da Codemig pelo apoio e destacou o empenho que a Companhia tem feito para que o desenvolvimento de Uberaba aconteça com mais velocidade. O representante do Executivo lembrou que já na primeira semana do governo de Paulo Piau o prefeito o informou sobre a existência de uma Lei estadual, a qual permite a transferência por parte do Estado de áreas remanescentes dos Distritos Industriais. “Imediatamente eu procurei a Codemig e fui muito bem recebido”, afirmou o secretário.

Para o prefeito Paulo Piau, Marco Antônio recebe o Título por merecimento, pelo que já fez pela comunidade de Uberaba. “Não apenas pelos terrenos, mas pelas parcerias realizadas”, acrescentou Piau.

Piau também aproveitou para lembrar a importância de alguns possíveis investimentos para Uberaba e Região, como o VLI, o maior terminal de transbordo, com um movimento de 1.200 carretas/dia, transportando grãos com destino ao porto de Santos.

O prefeito disse que a intenção é de aumentar ainda mais essa capacidade. Ele ainda aproveitou para abordar a importância do gasoduto para a cidade e região, e o que o Município está perdendo em investimentos pela falta dele. “Eu tenho a certeza de que a região está pronta para dar um salto no desenvolvimento”, concluiu o prefeito.

Na avaliação do presidente Luiz Dutra (PMDB), é muito bom oferecer o Título a uma pessoa que quer tão bem a cidade de Uberaba. “Não escolhemos o local para viver, vivemos onde nos sentimos bem”, afirmou Dutra. “Tenho a certeza de que outros investimentos virão para a cidade e também para a região do Triângulo Mineiro”, finalizou o presidente, dando as boas vindas ao novo uberabense.

Na ocasião Marco Antônio assinou a escritura de doação de 96 lotes no DI III. Em seu pronunciamento, o presidente da Companhia agradeceu pela homenagem. Ele falou sobre verdadeiras riquezas do Estado, a fertilidade do solo, junto com o suor, a fé e a dedicação do povo, que contribuíram para gerar uma inesgotável prosperidade.

“Uberaba merece de todo administrador público uma atenção e um carinho especial”, afirmou. Segundo ele, como gestor temporário, não faz mais do que a obrigação, de dedicar a esta região o empenho para o progresso e o bem estar. E dentro deste empenho, o presidente citou a transferência das áreas dos Distritos Industriais para as mãos da administração municipal.

“É mais do que um ato burocrático, estamos apenas dando para o povo e seus administradores a função de gerenciar algo de que já cuidam há muito tempo”, disse Marco Antônio, acrescentando que Uberaba é um exemplo de como cuidar dos distritos e que tem muito a acrescentar no desenvolvimento da região.

O engenheiro citou como exemplo uma promessa antiga para a região, a criação de um pólo químico para o beneficiamento das rochas de fosfato de fertilizante.  Ele explicou, ainda, que já tiveram várias tratativas com a Petrobrás sobre o gasoduto, e que a intenção do governo é de viabilizar o projeto, independente da planta de amônia.

Marco Antônio encerrou, destacando a importância do trabalho realizado pelos vereadores, assim como outros representantes públicos.

Companhia – A Codemig é uma empresa pública constituída na forma de Sociedade Anônima e controlada pelo Estado. Sua atuação está cada vez mais voltada para que essas riquezas possam gerar novas oportunidades de investimentos, aumentar a competitividade e propiciar bons negócios para o setor produtivo mineiro.

A atuação da Empresa está pautada em três eixos estratégicos, a Indústria de Mineração, Energia e Infraestrutura, a Indústria Criativa mineira (por meio da otimização da utilização dos espaços Expominas e Sala de Concertos Minas Gerais, bem como busca oportunidades nos segmentos audiovisual, de moda, gastronomia e gemas), e a Indústria de Alta Tecnologia, especialmente no que se refere a materiais estratégicos, aeroespacial, biotecnologia, semicondutores e tecnologia da informação.

 

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.

Obrigado, Caros Leitores!

Nós da família do Luiz Renato Rodrigues da Cunha vimos através deste canal “Em Todas” agradecer a todos que procuravam diariamente se informar e compartilhar as matérias divulgadas pelo nosso saudoso colunista.

Agradecemos também o carinho demonstrado sempre ao nosso blogueiro imortal.

Foram anos de fidelidade, respeito e interatividade!

Sabemos que ele exerceu com brilhantismo sua capacidade de informar com transparência e imparcialidade, transmitindo alegria e entretenimento a seus leitores.

Chegou a hora de dar um até breve e jamais um adeus, pois acreditamos que um dia estaremos novamente com nosso ente querido.