Projeto Arte na Chita arrecada fundos para instituições de Uberaba

O projeto Arte na Chita promoveu, recentemente, a rifa de uma colcha com retalhos do tecido de chita produzido por alunas do projeto. Os bilhetes já foram vendidos e a colcha será rifada no dia 26 de setembro pela Loteria Federal. A renda foi revertida para o Lar de Idosos André Luiz e a Casa Claridade Dona Zoé.

Cada aluna ficou responsável por bordar um retalho de chita de 12 por 12 centímetros. A montagem ficou por conta de uma costureira parceira do projeto. A coordenadora do Arte na Chita, a jornalista Evacira Coraspe, explica o processo de confecção. “A primeira parte foi a aquisição dos materiais. Depois, foi feito o recorte dos quadrados (retalhos) e a distribuição deles para cada aluna ir bordando. Por fim, veio a união dos pedaços. É interessante apontar que cada uma tinha sua habilidade, então a colcha ficou rica ao misturar toda essa diversidade”.

A diretora da Seção de Patrimônio e Arquivo e coordenadora do projeto Arte Solidária, da FCU, Karina de Oliveira, comenta a iniciativa. “A colcha foi bordada por muitas mãos talentosas, generosas, cheias de bons sentimentos. O ‘Arte na Chita’ é um projeto da Prefeitura Municipal de Uberaba por meio da Fundação Cultural e tem feito um trabalho maravilhoso com a arte do bordado em chita há mais de três anos”.

Evacira comemora a iniciativa e a participação da comunidade na ação solidária. “Conseguimos vender todos os 250 bilhetes da rifa em três dias. Foi surpreendente o engajamento e aceitação das pessoas. Foi um sentimento de gratidão e de espiritualidade em torno desta atividade que nós desenvolvemos”, ressaltou. Parte da renda foi revertida em cestas básicas, que já foram distribuídas.

Arte na Chita. O projeto ‘Arte na Chita’ existe a mais de três anos em Uberaba com o objetivo de ensinar mulheres a bordar com o tecido da chita ou aprimorar sua técnica, aumentando a renda familiar das alunas. Foi implantado pela jornalista Evacira Coraspe, que passou a dar oficinas em espaços coletivos, com apoio da Fundação Cultural de Uberaba. As atividades são realizadas no Museu de Arte Decorativa de Uberaba (MADA), no Memorial Chico Xavier e na Escola de Cultura e Arte de Uberaba (Ecau).

De acordo com Evacira, durante os anos de realização do projeto foi possível capacitar e unir diversas mulheres. O ‘Arte na Chita’ é desenvolvido em grupos. Assim que uma oficina termina, começam as inscrições para o próximo grupo. A organização das datas e dos espaços é feita por Karina de Oliveira, chefe da Seção de Patrimônio e Arquivo da Fundação Cultural. Enquanto metodologia, o trabalho é feito na vertente do bordado terapêutico, o que é uma das propostas do ‘Arte na Chita’. Em função da pandemia, as atividades presenciais estão suspensas, mas com vendas online para todo o Brasil dos produtos bordados.

Fotos: Reprodução/Divulgação

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.