Projeto Labor comemora um ano de atividades com exposição de alunos na Fundação Cultural de Uberaba

 

A Fundação Cultural de Uberaba abriu nesta segunda-feira (18) a exposição “Labor: eis a nossa obra”, comemorativa a um ano do Grupo Labor. O projeto é realizado pela Prefeitura de Uberaba, por meio da Secretaria Municipal de Educação e a exposição ficará até o dia 29 de setembro na Galeria de Artes Rachel Machado – Casa da Cultura.

A exposição é aberta a toda a comunidade, com horário de visitação de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. A Casa da Cultura fica na Praça Rui Barbosa, 356 – Centro.

Todos os artesanatos expostos estão, também, à venda. O valor arrecadado com as vendas será revertido para a aquisição de mais materiais para as atividades dos alunos.

Além do presidente da Fundação Cultural, Antônio Carlos Marques esteve presente na abertura da exposição alguns alunos contemplados pelo Projeto, bem como a chefe do Departamento de Educação Inclusiva, Denise Scussel, a secretária adjunta Mônica Nascimento, a diretora da Diretoria de Apoio à Educação Básica, Maria Edilene Ferreira Leal, a coordenadora do Projeto Labor, Juliana Cornélia de Jesus. A apresentação cultural ficou por conta de Meire Vitorazzi.

O professor Antônio Carlos declarou que é muito gratificante receber a exposição na Fundação Cultural. “Deus nos dá possibilidades dentro da capacidade de cada um”, declarou Antônio Carlos, agradecendo a oportunidade de mostrar a arte do Projeto. “A Fundação Cultural é um espaço democrático e recebe as mais variadas manifestações culturais. A arte é capaz de congregar, unir as pessoas. Esse trabalho que vocês fazem tem um significado muito grande a todos nós”, finalizou Antônio Carlos Marques.

Representando a Secretaria Municipal de Educação, a secretária adjunta Mônica Nascimento declarou sua admiração pelo Projeto. “Eu adoro comprar os artesanatos produzidos por vocês e mostrar para toda a cidade de Uberaba. É muito importante, porque mostra a competência dos jovens”, disse Mônica, agradecendo aos artesãos pela dedicação e aos professores do Projeto pelo apoio.

Para Maria Edilene é um desafio levar a arte para as pessoas e, agora, o Projeto agregou mais apoiadores. “A arte é gostosa de fazer”, disse Edilene.

A coordenadora do Projeto, Juliana Cornélia de Jesus disse que é necessário agradecer sempre existirem pessoas que acreditam na inclusão. “Eu sou coordenadora, mas esse trabalho só acontece porque nós trabalhamos em equipe. Nós somos só uma sementinha e vocês são o futuro”, declarou Juliana, agradecendo o empenho dos professores do Projeto.

Grupo Labor

Com uma coordenadora e três professores, o projeto desperta no público-alvo habilidades sociais e práticas para o alcance da autonomia, bem como a conquista de hábitos que possam facilitar a convivência em qualquer meio, em forma de oficinas, de segunda à sexta-feira, período matutino, na modalidade modular.

O Grupo Labor tem como objetivo principal oferecer a jovens e adultos a formação profissional, na perspectiva de educação inclusiva e, ainda, a construção de um projeto de vida, por meio da cultura empreendedora, além da aquisição de habilidades e competências necessárias para a profissionalização e para a melhoria da qualidade de vida.

O público-alvo são jovens e adultos com deficiência com faixa etária igual ou maior de 15 anos, que estejam em fase de escolarização, mas estejam fora das escolas ou instituições. Alunos do EJA (Educação para jovens e adultos) também podem participar.

Atualmente o Projeto atende cerca de 60 jovens. Além das escolas municipais, tem participantes de demanda espontânea do Instituto de Cegos do Brasil Central (ICBC), da Instituição Abrace e do Sanatório Espírita de Uberaba. As atividades são desenvolvidas no ICBC e no Cemea Boa Vista.

 

 

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.

Obrigado, Caros Leitores!

Nós da família do Luiz Renato Rodrigues da Cunha vimos através deste canal “Em Todas” agradecer a todos que procuravam diariamente se informar e compartilhar as matérias divulgadas pelo nosso saudoso colunista.

Agradecemos também o carinho demonstrado sempre ao nosso blogueiro imortal.

Foram anos de fidelidade, respeito e interatividade!

Sabemos que ele exerceu com brilhantismo sua capacidade de informar com transparência e imparcialidade, transmitindo alegria e entretenimento a seus leitores.

Chegou a hora de dar um até breve e jamais um adeus, pois acreditamos que um dia estaremos novamente com nosso ente querido.