Regras protetivas à população em relação à Covid-19 são retomadas pela Prefeitura de Uberaba

Ausência de regras sanitárias no Minas Consciente, que resguardem a população, foram objeto de análise e estudos por parte da Prefeitura. A omissão do programa nesta questão foi determinante para o que o município retomasse suas regras sanitárias 

Na ausência de medidas protetivas à comunidade no que tange a Covid-19, no programa do governo do Estado “Minas Consciente”, a Prefeitura de Uberaba irá restabelecer regras sanitárias para diversos segmentos. A medida tem como objetivo controlar a disseminação do vírus, no sentido de trazer mais segurança para o uberabense.

Desta forma, conforme informou o presidente do Comitê Técnico-Científico, prefeito Paulo Piau, foi publicado na sexta-feira (14), no Porta-voz, um decreto reestabelecendo as regras. “Desde o início da pandemia, Uberaba tomou a frente nas decisões e fez o seu dever de casa. A prefeitura tomou as medidas na hora certa e a maioria da população cumpriu seu papel. Sabemos, pelos dados epidemiológicos municipais, que não precisamos da tutela do Estado, mas, infelizmente, por uma determinação judicial tivemos que optar entre o Minas Consciente e a Deliberação 17 – que seria um retrocesso total.  Para evitarmos perder tudo o que foi feito, decidimos atuar onde o programa é omisso. Ou seja, nos cuidados básicos com o povo. Por isso, nosso foco serão as regras sanitárias”, afirmou Piau.

Piau lembra que no que tange a abertura ou fechamento de segmentos, o município é obrigado a seguir o programa do governo de Minas, e por isso, avanços de alguns segmentos que aconteceriam nos próximos dias estão suspensos. O município se encontra na onda amarela do programa Minas Consciente.

O secretário de Saúde Iraci Neto, destaca que o município desempenhou um papel importante no combate a disseminação do vírus, servindo de referência, pois houve um trabalho preventivo que resultou em um contágio desacelerado, evitando impacto na questão hospitalar, que era a grande preocupação em todo o Brasil. Ele lembra que não há vacina até o momento e o vírus continuará ativo e contagiando as pessoas, por isso, manter as regras sanitárias é imprescindível. “Inclusive, se quisermos ter algum avanço quando for liberado pelo Estado, é preciso que nossos dados técnicos e epidemiológicos, estejam controlados”, afirmou.

O decreto passará a valer a partir da data da sua publicação e reestabelece horários de funcionamento, regras, penalidades e proibições, como por exemplo:

• Funcionamento do comércio – Das 9h às 17h;

• Bares, lanchonetes e restaurantes – Das 5h às 00h – ocupação 50%, mesas com 2 metros de distância uma das outras e apenas 4 pessoas por mesa; Proibido eventos e transmissões ao vivo;

• Shopping e Galerias – Das 12h às 20h;

• O distanciamento interno permanece uma pessoa a cada dez metros;

• O distanciamento social é de 2 metros entre as pessoas;

• Uso de máscara conforme a Lei Federal 13.979/2020, que traz obrigatoriedade do uso em espaços públicos e privadas durante a pandemia;

Outras informações estarão disponíveis no Porta-voz, no site da Prefeitura de Uberaba – www.uberaba.mg.gov.br.

Fotos: Divulgação/Prefeitura de Uberaba

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.