Site da PMU voltado para a Educação completa um mês com nova aba de atividades extracurriculares

Secretária da educação, Silvana Elias, apela aos pais para acompanharem ainda mais os filhos

Lançado há apenas um mês, a cada atividade postada, quinzenalmente, há uma média de 40 mil acessos no site criado pela Secretaria de Educação (Semed), que coloca a Prefeitura de Uberaba em lugar de vantagem na conexão entre alunos, escola e família neste período de pandemia. Depois da elaboração das atividades do ensino regular, a Semed inicia nesta sexta-feira (22), as atividades extracurriculares, com a aba ‘Projetos’.

As atividades extracurriculares oferecidas têm como finalidade despertar a criatividade e o talento nos jovens, melhorando o desempenho na sala de aula, como enfatiza a diretora de Apoio à Educação Básica da Semed, Fernanda Roqueti. Ela ressalta que as postagens também incluem direcionamentos para  dança, artes plásticas, aos Grupos de Liderança, bem como aos alunos com deficiência. “Estamos trabalhando com foco em atender ainda mais nossos jovens e contribuir para a educação brasileira, dentro das nossas possibilidades e com os recursos que temos”, considerou.

Irreversível. A secretária de Educação Silvana Elias aponta que a educação não presencial é um fenômeno irreversível na educação brasileira. “Vamos deixar sim uma lacuna enorme, mas entre o nada e o incerto, o melhor é oferecer o possível”, pondera. E faz um apelo aos pais que não foram retirar as atividades na escola ou não acessaram o site, principalmente das crianças mais novas: “acompanhem de perto, nos ajudem a ajudar vocês e seus filhos”. 

Cronograma.  As atividades seguem programação quinzenal de postagens. Na segunda-feira são atividades complementares regulares; na quarta-feira, atividades flexibilizadas/inclusão e na sexta-feira, atividades extracurriculares.  As atividades chamadas flexibilizadas, contidas em todas as etapas do ensino fundamental, estão separadas em abas diferentes. De acordo com Denise Scussel, chefe do Departamento de Educação Inclusiva, as professoras especializadas flexibilizam as tarefas regulares para aproximar ao máximo da realidade de acessibilidade. Ela explica que toda atividade tem que ser pensada para quem é surdo, para quem não tem habilidade motora, inserir recursos, dentre outras opções.

site é aberto a todas as famílias e alunos que necessitem de atividades complementares neste período de pandemia, inclusive da EJA – Educação de Jovens e Adultos: https://sites.google.com/edu.uberabadigital.com.br/semed-online 

Fotos: Divulgação/Prefeitura de Uberaba

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.