Uberaba – Aplicações financeiras do Ipserv batem meta anual com rentabilidade acima da média

O Instituto de Previdência do Servidor Municipal de Uberaba (Ipserv) divulgou nesta terça-feira (21) parecer referente ao demonstrativo das aplicações financeiras referente ao ano de 2019. O Instituto informa que neste período o retorno foi de 13,71% do valor aplicado gerando evolução do patrimônio líquido de mais de R$ 79 milhões. O patrimônio líquido total atingiu R$ 415 milhões. As aplicações foram feitas em instituições financeiras de grande porte (Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, BTG Pactual, Bradesco e Itaú) e estão enquadradas nas resoluções 3922/2010 e 4604/2017 da Secretaria da Previdência (SPrev).

De acordo com o diretor executivo do Ipserv, João Paranhos Júnior, os excelentes resultados alcançados, especialmente no mês de dezembro em que se teve rentabilidade de 2,39% frente à meta mensal de 1,65%, resultando em rendimento de quase R$ 10 milhões, garantiram ao Ipserv bater a meta anual traçada pela equipe de gestão financeira e aprovada pelos membros do comitê de investimento. “O ano de 2019 e, em particular o mês de dezembro, foi desafiador, porém muito positivo para os gestores que traçaram estratégias coerentes com o momento do mercado financeiro. A renda fixa trouxe bons retornos de capitais pautados na queda da Taxa Selic. Já a bolsa de valores e o mercado de ações, especificamente, foram os fiéis da balança para quem apostou e nos trouxe boa rentabilidade”, ressalta.

João Paranhos Júnior explica que a volatilidade do mercado financeiro foi constante durante todo o ano, mas que acabou com saldo positivo graças à melhora dos mercados globais e à trégua na guerra comercial entre China e Estados Unidos, e alavancado pela pauta da reforma tributária que está em andamento. “As perspectivas para médio e longo prazos seguem otimistas. A nossa estratégia em renda variável permanece igual. Focamos no cenário futuro da economia escolhendo as empresas que irão capturar, com maior intensidade, a retomada do crescimento. Assim, nos mantemos otimistas com o futuro e certos de que estamos alocando os recursos do fundo da forma mais adequada em face ao cenário que trabalhamos”, conclui.

O Instituto reitera que as decisões de investimentos são definidas em conjunto entre gestores, comitê de investimentos e assessoria financeira, pautado pela ética, competência e responsabilidade, a fim de atingir os melhores resultados e observando sempre a melhor relação Risco versus Retorno para o Ipserv.

Fotos: Divulgação/Reprodução

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.