« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Projeto visa à integração cultura-esporte

O Circo do Povo receberá neste sábado (26), a primeira rodada de atividades do Projeto Talentos Cidadania propostas para 2019. A partir das 16 horas serão ministradas oficinas de DJ, danças urbanas e grafite e, às 18 horas serão as apresentações dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos nas oficinas. As atividades fazem parte do Projeto Talentos Cidadania, que é uma parceria entre o Shopping Uberaba, Unimed, Instituto Agronelli e Fundação Cultural de Uberaba.

Cairo Damasceno, conhecido como Toi, explica que o Projeto tem sido uma extensão da Batalha do Calçadão, além de ser a oportunidade de ocupar espaços públicos de forma organizada, e trabalhar não só o Hip Hop, mas também agregar outras atividades culturais. “Me vejo como agente cultural, principalmente por estar como arte educador no Circo do Povo. Através do Projeto eu deixei de ser o cara do hip hop e passei a ser o cara que leva Cultura para a periferia. A gente leva a disciplina e a cultura para as periferias, esse olhar para a comunidade, essa autonomia e importância de cidadania para todos”, pontua Toi.

A oficina de dança do projeto é ministrada por Wemerson Junio dos Santos Gonçalves, 20 anos, natural de Uberaba e que dança desde os 15 anos. Ele conta que a manifestação cultural entrou em sua vida por influência das amizades, apesar de ele sempre ter esse lado artístico aflorado. “Na escola eu sempre me destaquei, mas nada disso era levado em conta porque até aos quatorze anos eu gostava muito de futebol”, conta Wemerson, que se desligou do esporte após se inscrever em programas de iniciação profissional, o que tomava o seu tempo.

Afastado do esporte, mas com energia de sobra, o jovem percebeu que a dança continuava latente no seu dia a dia e que, através disso, ele poderia se desenvolver pessoal e profissionalmente. “A dança chegou por acaso na minha vida, mas na primeira competição conquistei o terceiro lugar. Eu não imaginava que poderia crescer tanto como ser humano através da dança. A dança mudou o meu jeito de pensar, de agir e de falar. Me tornei um homem através da dança. E a partir da dança eu construo um sonho”, declara o Wemerson.

O oficineiro declara que se considera uma prova viva de que a dança previne o ingresso no mundo das drogas e, também, ajuda a tirar dele. “Eu tinha tudo para entrar no mundo das drogas. Digo que Deus e a dança que evitaram que isso acontecesse”, conta o rapaz.

Wemerson fala sobre como o projeto agrega coisas positivas. Para ele, o “Talentos Cidadania” proporciona abrangência cultural muito grande por oportunizar a união entre a rima e a dança. “Isso impacta na vida deles por ser uma proposta totalmente diferente. A partir do momento em que esses dois movimentos culturais andam juntos, eles não precisam de abrir mão da rima ou da dança, fazem tudo junto”, finaliza Wemerson.

Talentos Cidadania –  O Projeto surgiu, há aproximadamente dois anos, quando o Shopping Uberaba entrou em contato com Marcelo Augusto Teodoro de Andrade, presidente adjunto da Fundação Cultural e um dos idealizadores do Projeto. A ideia era otimizar uma parceria que já existia entre o shopping e o Instituto Agronelli, que consistia em oferecer um dia inteiro de maratona de esportes numa unidade escolar do Município. Dadas as possibilidades, surgiu a atividade como a deste final de semana que é a integração do esporte incrementado com cultura hip hop, dança e grafite.

Marcelo explica que a incerteza da viabilidade do Projeto passou e a próxima etapa será a aplicação de pesquisas de satisfação junto aos alunos das oficinas, além de cadastro para que os organizadores do Projeto possam fazer acompanhamento das atividades realizadas e da forma como isso tem impactado a vida dos jovens. “É importante que saibamos como o Projeto tem influenciado a vida desses meninos e a linguagem mais democrática é o uso das redes sociais. A nossa intenção é saber se eles estão matriculados e frequentando a escola ou algum curso profissionalizante”, declara Marcelo.

A atividade terá entrada franca e o Circo do Povo fica na Rua Doutor Vivaldo Silveira, 413, no Residencial Rio de Janeiro.

Foto: André Santos

 

 

You have Successfully Subscribed!

Share This