Uberaba – Codau reduz em 11% as despesas com limpeza urbana

E mais 8% com a folha de pagamento da autarquia

A nova gestão da Companhia Operacional de Desenvolvimento, Saneamento e Ações Urbanas (Codau) traçou objetivos alinhados com as propostas de governo da prefeita Elisa Araújo para estabelecer economia de gastos e aprimorar o serviço prestado à população. A mudança de sistemática de gerenciamento propiciou dois benefícios para os cofres públicos. A redução de 11% na despesa com os serviços terceirizados da limpeza e coleta do lixo e mais outros 8% com o enxugamento da folha de pagamento.

Em relação ao contrato com a Lara Central de Tratamento de Resíduos, a queda significativa das despesas de dezembro para janeiro/2021 perfaz uma diferença de mais de R$ 200 mil, saindo de R$ 1,8 milhão para R$ 1,6 milhão. Nesses valores estão incluídos a varrição manual e mecanizada das vias públicas e a coleta, transporte e operação do aterro sanitário.

A sistemática adotada para se chegar à redução dos valores partiu primeiramente do rígido controle nas medições dos serviços executados pela Lara. E para realizar o acompanhamento mais detalhado, a Codau está utilizando o sistema de análise via GPS, que calcula o perímetro executado em limpeza urbana, como a área roçada. “Quando recebemos a planilha com os serviços executados pela Lara, comparamos com o nosso levantamento via GPS. Havendo alguma distorção, imediatamente solicitamos a reparação por parte da empresa”, explicou o gerente de Limpeza Urbana e Resíduos Sólidos, Nelo da Cunha Bessa Filho.

Outro enxugamento de custeio está na folha de pagamento da autarquia, que teve uma redução de mais de R$ 320 mil entre o final da administração anterior e início desta. Foi uma queda de 8% entre dezembro de 2020 e janeiro de 2021.

A partir da exoneração do pessoal comissionado em dezembro, os cargos vagos foram preenchidos preferencialmente por servidores de carreira da autarquia. “Queremos unir as expertises de nosso quadro de servidores com as necessidades que a administração da autarquia impõe. A gestão de pessoal entra em nossas prioridades, que está centrada no compromisso da prefeita com os cidadãos, os pagadores de impostos”, ressaltou o presidente da Codau, José Waldir de Sousa Filho. A decisão permitiu contabilizar outros ganhos, incluindo a redução de custos com previdência nacional, tíquete alimentação, plano de saúde, além da valorização do quadro efetivo.

“Os parâmetros de todos os contratos também estão sendo revistos. Estamos dando publicidade aos fatos, e essas comparações apresentadas são necessárias para nortear a sociedade sobre quais são os novos padrões adotados por esta administração. E volto a reafirmar, faremos o certo, porque é o certo”, esclareceu José Waldir de Sousa Filho.

Foto: Ascom/Codau

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.