Uberaba – Codau reúne-se com Sindae para negociação salarial

Negociações da campanha salarial entre a direção da Codau e o Sindae ocorreram na última sexta-feira (19), em reunião nas dependências do Centro Operacional de Logística da Companhia, e já definiram as reivindicações atendidas pela direção da Companhia.

Assim como na Prefeitura de Uberaba, a Codau também seguirá o que determina a Lei Complementar 173/2020 – a Lei da Pandemia, no seu artigo 8º, inciso I que proíbe até dezembro de 2021 qualquer reajuste aos servidores públicos. Além do fato de que a gestão passada não previu no orçamento do Município o reajuste salarial. Tanto a arrecadação do Município quanto da Codau caíram em função dos efeitos de retração da economia diante da pandemia. Dentro deste cenário, as decisões da Companhia seguirão as mesmas anunciadas pela prefeita Elisa Araújo, de que a revisão dos salários será com foco em 2022.

“A inadimplência continua alta e nosso objetivo é também manter os pagamentos e benefícios em dia dos servidores da autarquia. A Codau é um serviço essencial e neste momento precisamos de compreensão do nosso quadro de pessoal para manter os serviços com o mesmo comprometimento que vem sendo prestado. Para 2022, vamos trabalhar para inserir o reajuste no orçamento”, explicou o presidente da Codau, José Waldir de Sousa Filho.

Já em relação a todas as outras pautas apresentadas, o dirigente da Companhia revelou que já começaram a ser atendidas desde janeiro, no início da atual gestão. “Entre elas está a revisão do plano de carreira, melhorias nas condições de trabalho como disponibilização de EPIs para todos os servidores operacionais e adicional de insalubridade. São questões que sabemos da importância para o servidor e nós, da Diretoria, como somos também servidores de carreira, já temos plena ciência que devem ser implementadas”, concluiu José Waldir.

Fotos: Ascom/Codau

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.