Uberaba – Comunidade escolar já pode opinar sobre o modelo das aulas na rede municipal de ensino

A teleconsulta à comunidade escolar para definir o modelo das aulas na rede municipal de ensino em 2021 já está disponível para servidores e pais de alunos. Eles têm até dia 24 de janeiro para se manifestarem sobre o assunto.

São dois links distintos, mas o objetivo é o mesmo: conhecer a opinião dos profissionais e dos responsáveis pelos estudantes sobre o modelo a ser adotado, se remoto, presencial ou híbrido, informa a secretária de Educação, professora Sidnéia Zafalon.

Servidores poderão emitir sua opinião através do link https://forms.gle/tajvyQrXtV6Rsec47, enquanto os pais devem acessar https://forms.gle/BML2frb79ejVS31aA para dar opinião sobre a data e modelo das aulas para o ano letivo de 2021.

Os links de acesso aos questionários estão disponíveis no site da Prefeitura (www.uberaba.mg.gob.br). Gestores da rede municipal, além de responderem ao questionamento, são multiplicadores junto aos demais servidores da Educação e pais e/ou responsáveis pelos estudantes.

Encerrado o prazo para responder os questionários, no dia seguinte, 25 de Janeiro, os dados serão tabulados e na quarta-feira, 26, apresentados à comunidade escolar. “Reforço que todo processo está sendo feito democraticamente e com transparência, assegurando que todos tenham direito de se manifestarem”, informa a secretária de Educação.

Na quarta-feira, 13, a titular da Pasta reuniu gestores das escolas públicas municipais e dos Centros Municipais de Educação Infantil (Cemeis) para tratar da retomada das aulas para os cerca de 27 mil alunos da rede.

O calendário prevê o início do primeiro semestre em 3 de fevereiro, e do ano letivo, com alunos, no dia 4. Os gestores terão até dia 18 de janeiro para apresentar suas sugestões de data. O Sindicato dos Educadores do Município (Sindemu) e o Conselho Municipal de Saúde também foram acionados pela Semed para que encaminhem sugestões de ações a serem desenvolvidas pelos profissionais do magistério nos moldes presencial, híbrido ou remoto.

Após a coleta de todos os dados será elaborado um documento final com as diretrizes da Semed sobre a volta às aulas, assegura a secretária, ponderando, contudo, que nenhuma ação será posta em prática sem antes ouvir o Comitê Técnico-Científico de Enfrentamento à Covid-19.

“Somos uma Pasta democrática, por isso queremos ouvir a comunidade escolar”, disse Sidnéia, acrescentando que o lema da Secretaria é gestão humanizada e respeito.

Fotos: André Santos

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.