« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Depois de um encontro em novembro, equipe do Ministério Público do Paraná volta a Uberaba para formar mais multiplicadores

Diretores de ensino fundamental de escolas municipais participam, durante toda essa semana, do curso de Escola Restaurativa, promovido pelo Ministério Público de Minas Gerais/Promotoria de Justiça da Família de Uberaba, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação. Os gestores ficarão imersos em práticas que envolvem a Cultura de Paz, com o objetivo de se tornarem multiplicadores nas unidades e comunidades em que atuam. O curso só foi possível com a parceria público-privada da empresa Nutriplus, terceirizada responsável pela alimentação nas escolas municipais.

O prefeito Paulo Piau, acompanhado da primeira-dama Heloísa, apreciou a abertura do curso e enfatizou a iniciativa da Nutriplus em entender a dificuldade do município e patrocinar uma formação tão importante nos dias de hoje. “Precisamos construir um mundo melhor com o que temos nas mãos. É um grande desafio para todos nós, para a sociedade. Os diretores têm uma missão importante com as crianças e adolescentes e precisamos, sim, ter esperança, aliando forças com as diversas esferas, como aqui com o Judiciário”, salienta.

Ele lembrou também, que articulações como essa engrandecem a qualidade da educação e do desenvolvimento da cidade em geral, contribuindo para manter Uberaba em primeiro lugar em qualidade da Educação em Minas, entre as maiores cidades (Fonte: Frente Nacional de Prefeitos)

Silvana Elias, secretária de Educação, ressaltou a importância da equipe do Departamento de Projetos Especiais da Semed em promover um olhar diferenciado no ato de educar, com mais humanização. “Quando as pessoas com as quais trabalhamos têm as mesmas crenças, a caminhada fica mais fácil, embora ainda cheia de desafios”, comenta.

Como destaca a promotora da Família, Dra. Miralda Dourado, as práticas restaurativas não trazem solução mágica, mas contribuem muito para melhorar o dia a dia na escola. “Queremos ampliar a rede de facilitadores em Uberaba e sabemos que se o gestor não abraçar a ideia, as práticas, nada prospera”.

A promotora da Criança e do Adolescente de Uberaba, Dra. Maila Barbosa Sousa comenta que a escola passa a ser um espaço de esperança, enquanto a família está adoecida. “O meu trabalho é muito próximo ao de vocês e o sucesso de vocês é a minha gratificação também. Confio que, assim, os jovens estão sendo bem conduzidos, crescendo com oportunidades de viverem em ambientes mais saudáveis. Além disso, fiz o curso e é uma oportunidade de crescimento pessoal transformador”, considera.

As instrutoras credenciadas pela Justiça Restaurativa, do MP do Paraná, Erica Cristina Lemes e Eliete Requerme relatam que pretendem lançar um olhar diferente e instrumentalizar os profissionais em como lidar com os conflitos na escola.

Gleicemar Barcelos, chefe do departamento de Projetos Especiais da Semed considera a Escola Restaurativa uma metodologia que fortalecerá a resolução de problemas enfrentados no dia a dia da educação, com abordagens práticas, que beneficiarão a todos, desde o aluno até a família.

Um dos métodos aplicados é o Círculo de Construção de Paz, que prioriza o diálogo entre os participantes para a criação de um espaço seguro de fala e de escuta ativa.

Fotos: Divulgação/Comunicação/PMU

 

 

 

You have Successfully Subscribed!

Share This