« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Conforme o MAPA, Uberaba está em 21º no País

Levantamento divulgado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), com informações do IBGE, sobre a Produção Agrícola Municipal (PAM) referentes às lavouras permanentes e temporárias em 2017, mostra Uberaba em 21º lugar no País e 1º lugar em Minas Gerais. O Município registrou PIB agropecuário de R$13.453.594.000,00 e taxa de crescimento de 7,86%, entre 2014 e 2016.

Segundo o IBGE, 82% dos municípios brasileiros classificados como os maiores produtores do agro cresceram em média 4,4% ao ano no período. Ou seja, Uberaba ficou acima desta percentual.

“Os dados mostram que Uberaba é sim a capital brasileira do agronegócio. Tivemos aqui de 2014 a 2016, crescimento de quase oito por cento, período de maior recessão econômica do país, e isso realmente mostra que o agronegócio segurou as pontas da economia brasileira. Desde a década de 30, Uberaba tem uma fazenda experimental, a Fazenda Experimental Getúlio Vargas, que ajudou a melhorar o gado zebu e posteriormente o surgimento do girolando, além do trabalho da Embrapa e Epamig na variedade de soja, forrageiras e outras culturas, e hoje com o trigo do cerrado brasileiro que sai de Uberaba. Essa é nossa característica, não só na produção de grãos e leite, legumes e verduras, frangos, mas também a produção de fertilizantes, defensivos agrícolas, equipamentos, ou seja, processamos a nossa matéria prima, agregando valor, a chamada agroindústria. Uberaba é um município de ponta, a política agrícola brasileira passa por aqui”, declara o prefeito Paulo Piau.

Para o secretário do Agronegócio, Luiz Carlos Saad, Uberaba está com um assertivo planejamento, visto a alta produtividade, interagida com tecnologia, e diversificação na produção. “Os dados só confirmam o que vem por aí, pois a perspectiva para 2019 é de crescimento de 4,5% de produtividade acima do crescimento do País”, pontua Saad.

Em Minas Gerais, estão na lista dos 100 maiores do agronegócio, Unaí em 22º lugar, com taxa de crescimento de 19,37%; Paracatu, em 25º e taxa de 6,25%; Patrocínio, em 62º e taxa de 6,25%; Perdizes, em 66º e taxa de 16,3%; Sacramento, em 70º e taxa de 11,98%; Frutal, em 87º e taxa de 8,19%; e Araguari, em 98º, em 98º e taxa de 8,89%.

Foto: Neto Talmeli

 

 

You have Successfully Subscribed!

Share This