Uberaba – Elisa abre colheita da atual safra agrícola e garante apoio aos produtores

Em armazém graneleiro no Distrito Industrial II, a Cooperativa dos Empresários Rurais do Triângulo Mineiro (Certrim) e a Prefeitura de Uberaba deram início, hoje (3), por meio de ato simbólico, à colheita da safra agrícola 2020/2021. A expectativa é de que o Município colha cerca de 620 mil toneladas de grãos e quase 9 milhões de toneladas de cana-de-açúcar.

Coube à prefeita Elisa Araújo, junto com o presidente da Certrim, Luiz Henrique Borges, acionar o mecanismo do armazém para recebimento da primeira carga de soja, com 28 toneladas do produto. Do poço, os grãos seguem para o secador até atingir 12% de umidade (considerado ideal) e, depois, para os silos graneleiros da Cooperativa, com capacidade para 53 mil toneladas.

No ato simbólico, o gerente regional da Emater, Wilson Marajó, apresentou o plantio e a expectativa de produção da atual safra, cuja colheita teve início nesta primeira semana de fevereiro. A lavoura de soja conta com área plantada de 85 mil hectares e previsão de colher 331.500 toneladas de grãos. Já o milho, a área do cultivar é de 20 mil hectares e produção esperada na casa das 270 mil toneladas, enquanto o trigo do cerrado deverá plantar 6 mil hectares e colher 17.850 toneladas. Somando as produções, Uberaba deverá produzir 619.350 toneladas desses principais grãos na safra 2020/2021.

Só de cana-de-açúcar, informou a gerência da Emater, Uberaba conta com 118 mil hectares, sendo 105 mil plantados e 13 mil em formação, para uma produção estimada de 8,7 milhões de toneladas. Ele destacou, ainda, que há no Município 302 pivôs centrais, responsáveis pela significativa produção de cenoura, batata, beterraba, milho irrigado, trigo e feijão.

O presidente Luiz Henrique agradeceu a visita da prefeita Elisa e enfatizou que, em tempos de dificuldades com a pandemia, o agronegócio continua superando expectativas, garantindo alimentação para o povo e sustentação para o País. Isso, segundo ele, graças à determinação dos produtores que, a cada dia, empregam mais tecnologia.

A Certrim, disse o dirigente à prefeita, está presente em oito cidades da região, dando o máximo de apoio aos ruralistas. “Porém, precisamos de políticas públicas que nos deem segurança para continuar desenvolvendo o Brasil”, arrematou. Ele ainda desejou um feliz mandato à prefeita.

Elisa afirmou ser sabedora dessa grande força que representa o agronegócio para Uberaba e região e garantiu apoio aos produtores. “Vamos ajudar com melhoria das estradas rurais, facilitando o escoamento da safra”, disse ela, que apontou a criação de força-tarefa na Secretaria do Agronegócio, com esse objetivo.

“Também o meio ambiente tem a missão de agilizar processos do homem do campo, afinal o serviço público não pode ficar travando o avanço do agro e de ninguém”, frisou Elisa. A prefeita agradeceu o convite da Certrim para dar ‘start’ na colheita da safra 2020/2021, reafirmando que a Prefeitura de Uberaba será parceira sempre do setor rural.

Presente na solenidade da Certrim, o produtor José Osmar Denipoti convidou Elisa para que confira de perto a produção de soja dele na região do Posto das Bandeiras. Denipoti investe em terras de Uberaba desde os anos 90. Atualmente, só de soja, planta 1.050 hectares, tendo atingido, em 2021, produtividade de 72 sacas por hectare (plantio irrigado) e 69 sacas por hectare (o convencional).

Fotos: André Santos

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.

Obrigado, Caros Leitores!

Nós da família do Luiz Renato Rodrigues da Cunha vimos através deste canal “Em Todas” agradecer a todos que procuravam diariamente se informar e compartilhar as matérias divulgadas pelo nosso saudoso colunista.

Agradecemos também o carinho demonstrado sempre ao nosso blogueiro imortal.

Foram anos de fidelidade, respeito e interatividade!

Sabemos que ele exerceu com brilhantismo sua capacidade de informar com transparência e imparcialidade, transmitindo alegria e entretenimento a seus leitores.

Chegou a hora de dar um até breve e jamais um adeus, pois acreditamos que um dia estaremos novamente com nosso ente querido.