« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Acidentes matam 1,2 milhão de pessoas por ano no mundo. No Brasil são três mortes a cada 30 minutos.

 

Os números alarmantes sobre as mortes ocorridas no trânsito foram apresentados no Plenário da Câmara Municipal. O chefe da Seção de Educação no Trânsito, Hélio Reis dos Santos, assim como Fabiano Henrique e Luís Fernando da Silva, que também integram a equipe, atenderam a um convite do vereador Samuel Pereira (PR).

O parlamentar destacou a importância do trabalho realizado pela equipe. Primeiramente Hélio Reis lembrou do trabalho de pintar as borboletas em locais onde morreram vítimas de acidentes no trânsito, como forma de alertar as pessoas. Ele lembrou que os acidentes acontecem a todo momento

O chefe de seção apresentou as assustadoras estatísticas dos acidentes de trânsito, que matam mais que qualquer guerra. Um total de 1,2 milhão de pessoas morrem por ano no planeta, além de 50 milhões de feridos, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil morrem aproximadamente 113 pessoas por dia, ou três mortes a cada 30 minutos.

Em Uberaba a quantidade de veículos impressiona, são 219.326 veículos, com uma média de duas pessoas para cada três veículos. Deste total, 44 mil são motos. Os números, fechados no dia 05 de outubro do ano passado, podem ser ainda maiores se atualizados.

Ainda conforme Hélio Reis lembrou, a quantidade de veículos é ainda maior por causa da frota flutuante, chegando aos 76 mil. Ou seja, o total de veículos circulando na cidade chega a 296 mil, enquanto a população da cidade é de 330 mil habitantes.

Um dos problemas apontados pelo chefe de seção são os condutores inabilitados, especialmente os motociclistas. Ele explicou que 90% das pessoas que procuram a autoescola para tirar a CNH já pilotavam moto antes de tirar a carteira. Sem falar que também é grande a quantidade de menores conduzindo veículos.

O preço para tirar a CNH acaba afugentando os condutores, na avaliação do representante da Prefeitura. Pata ele, os exemplos devem começar a vir de casa. Hélio Reis contou que ele e a equipe realizam trabalhos nas portas das escolas, onde é comum os pais cometeram infrações, como parar em fila dupla, não dando bons exemplos para as crianças.

Ainda segundo o chefe de seção, a equipe trabalha muito com parcerias, inclusive realizando palestras em escolas e empresas e desenvolvendo campanhas, como o Maio Amarelo e a Semana Municipal de Inclusão Social no Trânsito, esta última tendo como foco portadores de necessidades especiais. Hélio Reis explicou que será intensificado o trabalho de conscientização com relação a faixa de pedestres. “O ideal é que todos tivessem educação no trânsito”, afirmou.

Conforme disse o responsável pela equipe, um levantamento é realizado com a ajuda da Polícia Militar, sobre os locais onde acontecem mais acidentes na cidade, e que acabam sendo alvos de ações educativas.

Os vereadores aproveitaram para comentar situações diversas, relacionadas ao trânsito, assim como para tirar dúvidas sobre os trabalhos realizados.

Fotos: Rodrigo Garcia/CMU

 

 

You have Successfully Subscribed!

Share This