Uberaba – Festa da Abadia poderá se tornar patrimônio imaterial

A população de Uberaba poderá contribuir com fotos, vídeos e depoimentos

Com o objetivo de tornar a Festa da Abadia patrimônio histórico imaterial, a Fundação Cultural de Uberaba está desenvolvendo uma pesquisa sobre a celebração da santa padroeira da cidade. A apuração passa pela história de Uberaba e da fé católica local para mostrar o surgimento da tradição de Nossa Senhora da Abadia na região do Triângulo Mineiro. Além do histórico religioso, a equipe está em busca de fotos antigas, objetos, histórias e depoimentos que ajudem a reconstruir essa narrativa.

O estudo também será base para um dossiê de registro a ser enviado ao Iepha – Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais. Segundo a historiadora Maria Aparecida Manzan, Nossa Senhora da Abadia tornou-se padroeira popular de Uberaba desde 1881, quando chegou à cidade. “Ela foi escolhida pelo povo. E é o povo quem faz a festa em uma ação definitiva que celebra a devoção”.

Maria Aparecida explica que a comemoração é realizada há mais de um século em Uberaba. De acordo com a historiadora, patrimônio imaterial é o que acontece permanentemente na vida da população, como uma tradição. “Por isso, a importância desse registro como salvaguarda, que mostrará para Minas Gerais e para o Brasil que Uberaba tem uma grande festa da Nossa Senhora da Abadia. Estamos inclusive recolhendo depoimentos de graças e milagres alcançadas a partir da fé na santa”.

Durante os 15 dias da Festa da Abadia, a equipe também irá acompanhar os preparativos e as atividades da celebração religiosa. O intuito é ir a campo para enriquecer a pesquisa.

Aqueles que quiserem contribuir podem trazer relatos ou objetos na sede da Fundação Cultural, localizada na Praça Rui Barbosa, 356, no Centro.

Fotos: Flávio Salge/FCU

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.

Obrigado, Caros Leitores!

Nós da família do Luiz Renato Rodrigues da Cunha vimos através deste canal “Em Todas” agradecer a todos que procuravam diariamente se informar e compartilhar as matérias divulgadas pelo nosso saudoso colunista.

Agradecemos também o carinho demonstrado sempre ao nosso blogueiro imortal.

Foram anos de fidelidade, respeito e interatividade!

Sabemos que ele exerceu com brilhantismo sua capacidade de informar com transparência e imparcialidade, transmitindo alegria e entretenimento a seus leitores.

Chegou a hora de dar um até breve e jamais um adeus, pois acreditamos que um dia estaremos novamente com nosso ente querido.