Uberaba – Fórum municipal “Elas na Indústria” acontece nesta sexta-feira

“Elas na Indústria – Fórum Municipal de Inserção da mulher no mercado de trabalho industrial” é o evento que vai evidenciar as mulheres e a atuação na Indústria nesta sexta-feira, dia 13 dezembro, das 13h30 às 18h, no anfiteatro do Centro Administrativo da Prefeitura. A iniciativa é da FMC, Grupo Petrópolis e da Prefeitura de Uberaba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação. As pessoas interessadas podem realizar inscrição pelo site uberaba.mg.gov.br/agendamento, clicando em Sala Mineira do Empreendedor > cursos > Elas na Indústria.

O fórum começará às 13h30 com credenciamento, seguido da abertura oficial com o prefeito Paulo Piau. Às 14h10 o tema em evidência é “A mulher na indústria uberabense: Realidade, desafios e perspectivas”, com Élder Árcega, coordenador do SINE Municipal e Sala Mineira do Empreendedor. Às 14h30 o papo é com o Grupo FMC, com a presença do gerente de Uberaba Roberto Fernandes. Já às 15h, Rochelle Bazaga Gutierrez fala sobre “As mulheres e o mercado de trabalho”. Às 15h30 o tema será “Mulheres na Indústria 4.0”, com Viviane Guerra, e das 16h30 às 18h oportunidades serão evidenciadas em painel do Grupo Petrópolis, que já chegou a Uberaba e inaugura sua cervejaria em 2020.

O titular da Sedec, José Renato Gomes, reforça que este é evento significativo de oportunidades para as mulheres que atuam e que desejam se inserir no segmento. “Nossos distritos industriais estão no ápice de instalação de empresas, assim como nas áreas dos Eixos de Desenvolvimento, às margens das rodovias de Uberaba. O que queremos é incentivar o desenvolvimento econômico para gerar renda e novas vagas de emprego. O Fórum ‘Elas na Indústria’ vem com este foco principal, trazendo grandes parceiros e informações importantes”, esclarece o secretário.

Élder Árcega, coordenador da Sala Mineira do Empreendedor, explica que o objetivo é inserir as mulheres a partir da premissa de qualificação, oportunidades igualitárias e a valorização da mão de obra feminina. “Por meio de números e do contato com as empresas e indústrias, percebemos que precisamos equalizar melhor a atuação feminina. Se no passado existiam dificuldades para inserir a mulher, em virtude de trabalhos considerados pesados, hoje isso tem uma nova perspectiva a partir do que as indústrias já implementaram de inovações tecnológicas”, analisa ele.

Fotos: Divulgação/Prefeitura de Uberaba

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.