« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Autoridades e representantes da sociedade civil estiveram nesta quarta feira (6)m na Prefeitura de Uberaba, para apresentação do projeto direcionado a melhoria do trânsito nos principais pontos de maior fluxo em Uberaba. O foco foi a região central e o assunto apresentado pelo consultor de trânsito Alexandre Zum. Especialista no assunto, Zum é tecnólogo em Engenharia Civil formado pela Faculdade de Engenharia de São Paulo e especialista em Engenharia de Tráfego pela Universidade de Berlim e sócio diretor da empresa Trabszum, especialista em trânsito.

Foram colocadas em pauta inúmeras situações a fim de traçar e propor alternativas para melhorar o trânsito local. Entre os destaques estão a Av. Leopoldino de Oliveira, Terminal Leste/oeste, Nelson Freire, Guilherme Ferreira, Santos Dumont, Nenê Sabino, Abcz e adjacências. 

Segundo o prefeito Paulo Piau, o projeto visa ao interesse da população. Uberaba, conforme destacou ele, “mesmo diante da crise vivenciada nos últimos tempos não parou seu crescimento e isso acarretou em problemas de mobilidade. Por isso os estudos foram necessários e determinantes para que se chegue a denominador comum atendendo as necessidades como um todo”.

“A população sempre pediu um trânsito mais rápido para facilitar o seu deslocamento do trabalho para casa. Cabe ao Governo traçar medidas para atender essas necessidades. Contratamos especialistas do setor que conhecem a realidade dos grandes centros urbanos e os estudos realizados desde março apontaram soluções que podem causar um impacto inicial, mas que contribuirá positivamente para o trânsito nos próximos 15 anos. A base técnica levou em consideração a sensibilidade de não atingir a rotina da população. Não é fácil e nem possível agradar a todos, mas a grande maioria terá uma boa visão do que será feito em prol da cidade” declara Piau.

De acordo com o prefeito a previsão é que todo o processo seja realizado no início de 2020, e que em meados de abril todo o cronograma já esteja traçado.

O secretário de Defesa Social, Wellington Cardoso declarou que no trânsito nada é permanente e que mudanças são e devem ser feitas periodicamente. Ele ressaltou que a participação da população no processo de implantação do projeto de melhoria do trânsito deve ser feito a várias mãos. “No trânsito nada é efetivo. Por melhor que seja a medida em algum momento é preciso mudar atendendo ao crescimento da cidade”.

Fotos: Marco Aurélio Cury

Share This