« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Dos 27 municípios da região, apenas nove contribuem. Região responde por apenas 2% dos custos

O secretário municipal de Saúde, Iraci Neto, analisa que a visita de Amaral foi a primeira oportunidade de o Estado estar in loco na estrutura do Hospital Regional, conhecendo de fato seu funcionamento. “Hoje trabalhamos com um terço da capacidade, mas isso já significa grandes resultados para a região. Sob esse ponto de vista, a visita foi válida. pois a equipe técnica ficou surpreendida pela estrutura física, equipamentos e qualidade operacional do Hospital. Eles saem daqui hoje com visão totalmente diferente da tinham somente pelos dados que encaminhamos”.

Iraci Neto pondera que o financiamento do Hospital é uma expectativa que Uberaba precisa consolidar o mais breve possível. “Mas não é só o Estado. Temos também que completar isso com os 27 municípios, dos quais apenas nove contribuem. Isso foi discutido na reunião com o Conselho Gestor, a portas fechadas, onde eles colocaram toda a rotina de trabalho e o esforço de manter o Hospital Regional com os poucos recursos disponíveis”.

Hoje o custeio é bancado em 75% pela União, 25% pelo Município de Uberaba e apenas 2% pelos demais municípios. “Logicamente que precisamos do Estado fazendo parte desse custeio, mas não deixando de lado que é necessária a responsabilidade dos municípios para não apenas manter o hospital, mas fazer com que ele cresça. Só assim vamos ter sustentabilidade financeira e oportunidade de crescimento”, alertou.

Fotos: Marco Aurélio Cury

 

You have Successfully Subscribed!

Share This