Uberaba – Pacientes chegam neste domingo, e Ministério da Saúde pede para que 18 manauaras sejam acolhidos

A Força Aérea Brasileira (FAB) posicionou o governo de Uberaba, na tarde deste sábado (23), de que a transferência dos pacientes com Covid-19 de Manaus será feita neste domingo (24). A previsão é que o avião trazendo os passageiros desembarque no Aeroporto de Uberaba no início da noite.

Ainda neste sábado, o Ministério da Saúde solicitou à Prefeitura de Uberaba que a cidade receba os 18 doentes, justificando que não é possível fazer escala em outra cidade para deixar apenas seis pacientes. Diante da situação, a prefeita Elisa Araújo decidiu atender ao pedido do governo federal. Segundo ela, Uberaba tem condições de recebê-los e lembrou que o Estado confirmou que irá habilitar mais leitos para tratamento da Covid-19 na cidade.

Atualmente, o HR possui 89 leitos ativos de clínica médica — 70 são para casos suspeitos e confirmados de Covid-19, sendo 15 com suporte ventilatório. Há, ainda, 40 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto. Além disso, há 14 leitos de clínica cirúrgica. A unidade tem capacidade para estruturar, pelo menos, mais 30 leitos — 20 de UTI e 10 de clínica médica — para atender casos suspeitos e confirmados de coronavírus.  A informação é do diretor administrativo do Hospital, Frederico Guglielmi Ramos.

A prefeita Elisa Araújo lembrou que há ainda a doação feita pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) de mais 20 leitos de UTI completos e com ventiladores que chegarão nas próximas semanas.

Para a transferência dos doentes da aeronave até o Hospital Regional, onde ficarão em ala totalmente isolada do restante dos pacientes, as ambulâncias do Corpo de Bombeiros e a Ubervidas foram preparadas. O SAMU também estará envolvido nesse processo, mas será responsável pela triagem dos pacientes em solo, juntamente com o médico intensivista e membro do Comitê Técnico-Científico, Dr. Raelson Batista. Após a triagem, a expectativa é que os pacientes sejam transferidos por quatro ou cinco ambulâncias e recebidos por equipes do HR já preparadas.

A prefeita espera que, a exemplo das outras cidades que receberam os pacientes de Manaus, a recuperação seja rápida e eles possam retornar ao estado de origem em curto espaço de tempo.

Fotos: André Santos

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.