« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Paralelamente Piau determinou a Controladoria Geral do Município à abertura de uma sindicância interna para apuração dos fatos

Na última sexta-feira o Prefeito Paulo Piau determinou a Procuradoria Geral do Município que enviasse ao Ministério Público, promotor João Davina, um pedido para investigação da denúncia que foi protocolada na Câmara Municipal, em relação a supostas irregularidades com aluguel de imóvel utilizado pela Codau. A denúncia pedia o impeachment do prefeito. Hoje (18), a solicitação de apuração foi protocolada no Ministério Público.

“Sempre me pautei pela ética e transparência e não seria diferente agora. Por isso, o pedido de investigação por parte do MP é importante, bem como uma sindicância interna por parte da Controladoria, que já determinei a abertura”, destacou Piau.

No documento, o procurador Paulo Salge, lembra que no dia de hoje, a Câmara não reconheceu a licitude da denúncia e rejeitou-a com consequente arquivamento. Mas, mesmo diante desta decisão, o prefeito deu continuidade a sua determinação para que a investigação ocorresse por parte do MP, bem como pela Controladoria.

“A determinação do prefeito é para que a CGM apure detidamente os fatos em caráter de urgência, para aferir concreticidade, administrativa e jurídica, da correção dos atos praticados pelo Codau, em preservação da ética e da moral administrativa, notadamente à busca da verdade real”, afirmou Paulo Salge.

Foto: André Santos/PMU

 

 

 

Share This