Uberaba – Prefeito Paulo Piau afirma ser injusto a não aprovação da Planta Genérica de Valores

“Não aprovação da PGV é injusto para os mais pobres”, afirma Piau

Há onze anos não há alteração na chamada Planta Genérica de Valores sobre os imóveis no Município de Uberaba. A intenção do Executivo ao propor o projeto para a Câmara é fazer Justiça Fiscal, já que vários imóveis se valorizaram ao longo do tempo e igualmente outros perderam valor, mesmo assim tanto o IPTU quanto o ITBI permanecem sob as mesmas bases, ou seja, existem imóveis pagando valores acima do que de fato valem e imóveis recolhendo abaixo do correto.  A atualização da PGV foi um trabalho técnico realizado pelo setor imobiliário e da construção civil, com acompanhamento da PMU. Ainda assim, para não impactar aqueles imóveis que estão abaixo do preço de mercado, a prefeitura reduziu em 30% os valores apontados e ainda dividiu a diferença de atualização em três anos. Na prática milhares de imóveis teriam valores reduzidos tanto no IPTU quanto no ITBI.

O prefeito avaliou como prejudicial para Uberaba a não votação da PGV principalmente para quem hoje paga a mais do que deveria. “Temos a responsabilidade de fazer a justiça fiscal que protege os mais pobres e cobra o justo de quem têm imóveis mais valorizados. Não é justo que os mais pobres paguem pelos mais ricos e o instrumento para consertar isso é a atualização da PGV. Portanto, a PGV é importante para Uberaba e lamentavelmente algumas pessoas não entenderam isso”, declarou o prefeito.

Foto: Reprodução

 

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.