« Postagens Antigas
Escolha uma Página

O prefeito Paulo Piau e os secretários Silvana Elias, da Educação e Marco Túlio Cury, de Desenvolvimento Social estiveram na manhã de hoje, no bairro Residencial 2000, visitando equipamentos públicos. A primeira parada foi na Escola Municipal Professora Esther Limírio Brigagão, onde o diretor Bruno Inácio e equipe apresentaram o projeto-piloto “Salas Ambiente”.

Trata-se de um projeto diferenciado de educação: em vez dos professores trocarem de sala, são os alunos dos 5º e 6º anos que mudam quando soa o sinal. A sala de matemática, a sala de língua portuguesa, de geografia e história e de ciências e valores humanos têm uma só professora, especializada na disciplina correspondente. Segundo o diretor Bruno, o projeto tem a finalidade de mostrar que os alunos e professores se sentem mais motivados a aprender. “As salas são equipadas com microscópios, por exemplo, na de ciências; mapas na de geografia e história e objetos pedagógicos de matemática, na outra, além de outros recursos visuais que induzem à curiosidade e conhecimento”, diz. Desta forma, os professores também podem se dedicar mais a planejar as aulas, que são de uma só disciplina.

Logo depois, a equipe visitou o Ceu das Artes, agora da Secretaria Municipal de Educação, onde constatou que já estão sendo feitas algumas mudanças, com a ajuda da comunidade. As paredes já foram pintadas por um artista da comunidade, o Alexander da Silva e a Semed está tomando outras providências para que o local volte a ser frequentado com atividades socioculturais.

Na Unidade de Saúde da Família “Dr. Edson Luiz Fernandes”, no mesmo bairro, inaugurada no último fim de semana, o problema de energia elétrica já iria ser resolvido durante o dia e, ao contrário do que espalham em fake News, não houve perda de medicamento. A diretora Lívia Moreira, explica que o serviço está normal, com atendimento das 7h às 17h.

Logo depois Piau e o secretário Marco Túlio Cury visitaram o Núcleo de Socialização Infanto-Juvenil “Zoé Naves Botelho Alves”, que acolhe, atualmente, 36 crianças, para atividades que os ajudam a estarem inseridas na sociedade, por meio de atividades socioeducativas.

Na avaliação do prefeito, o mais importante foi ver as crianças e adolescentes sendo atendidos em rede, na escola, no Céu das Artes e também no Núcleo de Socialização. “A prefeitura está cumprindo o seu papel de dar assistência a quem mais precisa, é uma política continuada de atendimento, dando valor à continuidade do trabalho nas comunidades”, finaliza.

 

Fotos:André Santos/PMU

 

 

 

 

 

You have Successfully Subscribed!

Share This