« Postagens Antigas
Escolha uma Página

Paulo Piau, prefeito de Uberaba e vice-presidente de Agronegócio da Frente Nacional de Prefeitos, participou nesta quarta-feira (27) de reunião com o ministro Sergio Moro sobre o Projeto Anticrime do governo federal. Na mesma ocasião Piau entregou ao ministro, ofício solicitando repasse de recurso já empenhado de vinte milhões de reais para aplicação em defesa social, para execução do projeto Cidade Vigiada, além de garantir o aumento do efetivo da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal para o Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.

“Foi uma reunião da Frente Nacional de Prefeitos e como vice-presidente de Agronegócio não poderia deixar de estar presente. O ministro apresentou o projeto Anticrime e claro que as decisões são tomadas em Brasília e nem sempre os prefeitos são ouvidos, mas o Moro percebeu a importância de ter a participação dos municípios. O projeto Anticrime é em cima da repressão à criminalidade, e temos que pensar e incluir a prevenção que é cuidar da gestante, da criança, do adolescente, pelo primeiro emprego, esporte, escola de tempo integral, cultura, portanto uma discussão boa que vamos levar dessa experiência para Uberaba dentro dessa junção de instituições que fazem parte da segurança pública. Saio daqui com boas perspectivas para nossa cidade, pois é preciso aprimorar e buscar políticas públicas para a prevenção”, diz Paulo Piau.

Quanto ao ofício, Piau comentou que foi entregue e com a perspectiva de ser atendido. Ainda na capital federal, o prefeito de Uberaba esteve com os senadores Antonio Anastasia, Carlos Viana e Rodrigo Pacheco, os deputados federal Zé Silva e Franco Cartafina com pautas de interesse de Uberaba e região.

O ministro Sergio Moro detalhou o projeto Anticrime a um grupo de prefeitos ligados à Frente Nacional de Prefeitos, mostrando que são propostas alterações em 14 leis, como Código Penal, Código de Processo Penal, Lei de Execução Penal, Lei de Crimes Hediondos, Código Eleitoral, entre outros. O objetivo é combater de forma mais efetiva a corrupção, crimes violentos e o crime organizado, problemas enfrentados pelo país e que são interdependentes.

 

Sobre o projeto Cidade Vigiada, desenvolvido pela Companhia de Desenvolvimento de Informática de Uberaba (Codiub), tem como base utilizar o que for possível de tecnologia integrada para auxiliar as forças de segurança no combate à criminalidade no município. “Nosso desenvolvimento é na parte tecnológica. Apresentaremos um modelo para ser de parâmetro e teste, e estamos avançando nesse processo. Sabemos que o município busca recursos e estamos trabalhando em um centro de monitoramento e controle, trabalhando em conjunto com a prefeitura na busca de soluções para segurança pública usando a tecnologia”, pontua Denis Silva, presidente da Codiub.

Fotos: Divulgação/Prefeitura de Uberaba

 

 

You have Successfully Subscribed!

Share This