Uberaba – Secretaria de Desenvolvimento leva Feira de Artesanato ao Shopping

O prefeito Paulo Piau e autoridades do município marcaram presença, quinta-feira (3), na feira de Artesanato dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), em parceria com o Shopping Uberaba. A ação acontece até o dia 16, das 10 às 22 horas na sala 738 do Shopping Uberaba com exposição e venda de artesanatos produzidos por cerca de 40 alunas do Núcleo de Iniciação Produtiva (NIP) durante os cursos do projeto.

Piau destacou a qualidade do material produzido a partir do trabalho social do CRAS. “São muito bonitos e bem feitos, e eu mesmo estou levando um presente”. Afirmou. O prefeito sugeriu às artesãs que nas peças utilizem marcas da cidade como o Zebu, Peirópolis, Chico Xavier, ao entendimento de que os visitantes apreciam estas lembranças com a identidade local. Ele observou que uma das funções do Desenvolvimento Social é gerar renda para as famílias, e o artesanato é uma forma concreta para que as habilidades manuais se transformem em fonte de renda.

O secretário adjunto da Seds, Marcelo Machado Borges (Borjão), avalia que o trabalho realizado nos CRAS revela grandes artistas no anonimato. “Todo o lucro aqui será delas que fazem excelente trabalho”. Daniela Sallum, supervisora de marketing do Shopping Uberaba, destacou que apoiar projetos de cunho social é um olhar importante e que Shopping sempre está envolvido em projetos sociais.

Uma das alunas é Kálica Fabíola. Ela analisa a iniciativa como oportunidade para aprimoramento de suas técnicas, já que o artesanato faz parte da história de sua família. “Ganhamos mais qualidade nos produtos, além de valorização. Estar dentro de um shopping vai além de nossas expectativas, porque além de fortalecer a cultura e a tradição, mostra que o valor do trabalho manual é muito maior e mais reconhecido”, disse.

A professora de artes Cárita Cândida Ferreira enxerga o trabalho do NIP como um projeto grandioso no atendimento à população. “A Prefeitura fornece de graça essa capacitação, e eles devolvem com um trabalho bem realizado. Isso transforma vidas. Temos relatos de alunas que chegam até com depressão e problemas de saúde, e trabalhando com artesanato passam a se sentir outra pessoa”, conta a professora.

O NIP consiste em oficinas itinerantes e cursos de capacitação nas áreas de artesanato, costura e beleza, ofertados semestralmente, voltados para o enfrentamento das vulnerabilidades sociais. As ações promovem a integração social, o desenvolvimento humano e estimula a geração do trabalho e renda através das alternativas que mais se adaptam ao perfil de cada participante.

Fotos: Marco Aurélio Cury

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.