Uberaba – Seds orienta sobre a liberação do auxílio emergencial informada pelo Governo Federal

Túlio Cury, secretário da pasta, pede para que as pessoas não procurem os CRAS até que tudo esteja liberado

Uma grande movimentação está sendo formada nos Centros de Referência Assistência Social – CRAS com a expectativa de liberação do auxílio emergencial, aprovada pelo Senado na segunda-feira (30), entretanto, a Prefeitura de Uberaba, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social informa que a liberação dos valores e a forma de pagamento dependem ainda de algumas etapas que serão divulgadas pelo Governo Federal. O auxílio emergencial deve atender aproximadamente 25 milhões de pessoas durante a pandemia do Covid-19 e o pagamento será de R$600,00 por pessoa a trabalhadores informais, microempreendedores individuais e desempregados.

O secretário de Desenvolvimento Social, Marco Túlio Cury, orienta para que as pessoas não procurem os Centros de Referência Assistência Social – CRAS, até que tudo esteja liberado. “Muitas pessoas estão nos procurando e, também, se aglomerando em filas. Entendemos que o trâmite de pagamento já foi anunciado, porém, estamos aguardando o parecer em definitivo pelo Governo Federal. Estamos atentos para orientar a população quando tudo tiver autorizado. Por enquanto, é preciso manter a calma. Tudo é muito novo, a situação é complicada e não podemos criar pânico”, pontua.

Marco Túlio explica que o Senado já deferiu o pagamento do auxílio de R$600 por trabalhador e de até R$1200 reais por família. Mas, o Governo ainda precisará, após sancionar o projeto, editar um decreto para regulamentar a lei e uma medida provisória para liberar os recursos.

Quem tem direito ao auxílio emergencial?

Terá direito trabalhadores informais, microeeprendedores individuais, contribuintes individuais do INSS e desempregados que se enquadrarem na LEI.

O secretário explica, que seguindo as primeiras orientações, a idéia inicial é ter uma folha de pagamento suplementar para os beneficiários do Bolsa Família que optarem por receber o auxílio emergencial de R$600,00. “Essa opção deve ser feita automaticamente, devido o valor emergencial ser maior do que o Bolsa Família. Cessando o período, o pagamento do Bolsa Família voltará a sua normalidade”, diz.

Golpes – “Tomem cuidado com as fake news”, ressalta Cury. Ele alerta que centenas de pessoas já caíram em golpes sobre o auxílio emergencial. “Não acreditem em tudo que lêem e recebem pelo celular, principalmente no facebook e grupos de whatsapp. Não existe ainda nenhum site e nem aplicativo para cadastramento de informações referente ao auxílio emergencial. Portanto, não caiam em nenhuma armadilha. Não acessem nenhum site, e muito menos informem seus documentos pessoais e nem senhas, principalmente as de banco”, orienta.

Fotos: Divulgação/Prefeitura de Uberaba

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.

Obrigado, Caros Leitores!

Nós da família do Luiz Renato Rodrigues da Cunha vimos através deste canal “Em Todas” agradecer a todos que procuravam diariamente se informar e compartilhar as matérias divulgadas pelo nosso saudoso colunista.

Agradecemos também o carinho demonstrado sempre ao nosso blogueiro imortal.

Foram anos de fidelidade, respeito e interatividade!

Sabemos que ele exerceu com brilhantismo sua capacidade de informar com transparência e imparcialidade, transmitindo alegria e entretenimento a seus leitores.

Chegou a hora de dar um até breve e jamais um adeus, pois acreditamos que um dia estaremos novamente com nosso ente querido.