« Postagens Antigas
Escolha uma Página

O vereador Samuel Pereira (PR) quer cobrar do Poder Judiciário uma resolução para a situação dos antigos funcionários da Coopervale, que tentam receber os acertos trabalhistas há mais de seis anos. O parlamentar se manifestou sobre o assunto no Plenário e pediu o apoio dos demais vereadores.

De acordo com Samuel, na semana passada ele conversou com o advogado que representa os funcionários da antiga Coopervale. Ele também contou que já esteve com várias pessoas, que ficaram desempregadas há mais de seis anos.

O vereador disse que sua intenção é de defender principalmente os trabalhadores, mas lembrou que vários fornecedores e associados também estão até hoje sem receber. “O que me preocupou, ao atender estas pessoas, foi a forma como estão sendo tratadas. O assunto pode agradar uns e desagradar outros, mas não podemos nos calar”, afirmou Samuel.

O representante do Legislativo destacou, ainda, que mais de 350 funcionários até agora não receberam nada, e que, inclusive, um se suicidou, pois estava próximo de se aposentar e descobriu que a empresa não pagou o INSS.

“Como legislador, eu peço a atenção do Poder Judiciário. Olhem com carinho, porque estas pessoas precisam”, acrescentou. Samuel explicou que várias estão passando por necessidades, com depressão, sem condições de comprar até remédios para realizar o tratamento, inclusive algumas sobrevivem com a ajuda e doações de outras pessoas. Ele lembrou que a Coopervale era uma empresa de renome, e questionou como a administração deixou chegar a este caos.

“Tem pessoas que estão desempregadas até hoje e alguns não conseguiram se aposentar”, disse o parlamentar. Ele pediu o apoio dos demais vereadores, para enviar ao Poder Judiciário um documento, pedindo para que analisem com carinho este processo que está em andamento. “E que os funcionários que foram demitidos na época consigam receber, é só vender os bens”, acrescentou.

Foto: Rodrigo Garcia

 

 

Share This