Uberaba – Vereadores Mariscal e Marão pedem CEI para apurar produtos vencidos no zoonoses

Para se instalar uma Comissão Especial de Investigação são necessárias cinco assinatura no requerimento

Vereador Thiago Mariscal (MDB) ocupou ontem (18) a Tribuna do plenário da Câmara Municipal de Uberaba e pediu a instalação de Comissão Especial de Investigação (CEI) para apurar a estocagem de insumos vencidos da área de Saúde sobre o forro do prédio onde funciona o Centro de Controle de Zoonoses e Endemias, no bairro Tutunas. A proposta foi prontamente abraçada pelo presidente do Legislativo, vereador Ismar Vicente dos Santos Marão (PSD), que solicitou que os demais parlamentares também assinem o requerimento. Para se formar a CEI são necessárias cinco assinaturas.

Thiago justifica a necessidade de investigar o porquê os materiais foram colocados naquele local, ao citar que encontrou seringas e medicamentos vencidos em várias épocas, inclusive em 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017.  “Precisamos investigar e fiscalizar, nós temos a prerrogativa, trabalhando para o povo de Uberaba. Fui lá, fiz a fiscalização e encontrei, e não vou parar”, disse.

O vereador, quando da verificação do estoque de materiais, acabou caindo de uma altura de cerca de 3 metros e sofreu lesões na coluna vertebral e ontem participou da sessão legislativa usando colar cervical. “Não pensem que pelo fato de eu estar com atestado médico vou parar de fiscalizar, continuarei apurando para chegar a quem errou e este vai pagar pelo erro”, disse.

O vereador entende que a criação da CEI dará oportunidade de esclarecer à população tudo sobre a estocagem deste material no forro da Zoonoses. Ele citou declarações do prefeito Paulo Piau (MDB) em que disse não ter qualquer compromisso com o erro e que estava determinando a apuração. “É isto que vamos fazer. Vou providenciar as formalidades e vamos apurar por meio de uma CEI, para esclarecer tudo”, sentenciou Mariscal.

O presidente do Legislativo, Ismar Marão, imediatamente se comprometeu em assinar o requerimento para se apurar as responsabilidades quanto à colocação dos insumos no forro do Centro de Zoonoses. “E solicito aos demais vereadores que assinem também”, afirmou Marão ao criticar alguns posicionamentos do colega. O presidente do Legislativo disse que a forma em que Mariscal se posiciona passa a imagem de que os demais parlamentares não realizam fiscalização, que é o papel primordial do vereador.  Ele citou diversas situações em que todos os vereadores atuam como fiscalizadores com os devidos resultados.  

Marão lembrou que na mesma sessão de ontem, antes da chegada de Mariscal, vários requerimentos foram lidos, solicitando o acompanhamento da apuração do Ministério Público, a participação do Legislativo nas ações tanto da promotoria, quanto da Polícia Civil. O presidente citou também que foi pedido ao Secretário de Saúde, Iraci Neto, a abertura de sindicância e, em caso de se constatar erro de servidor, a imediata abertura de processo administrativo.

“E agora eu sou o primeiro a assinar o requerimento da instauração da CEI para que possamos apurar o que aconteceu lá [no Centro de Zoonoses e que o culpado pague”, disse Marão. Ele concluiu dizendo que cada vereador tem uma maneira de fiscalizar diferente e que respeita o estilo de Mariscal.

Fotos: Rodrigo Garcia/Câmara Municipal de Uberaba

Copyright © Em Todas Blog – Todos os direitos reservados.